Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


11/16/2016

Verdadeiras noções de divisões...


"A medida fundamental de um homem não é
como ele se posiciona
em momentos de conforto e conveniência,
mas como ele se posiciona
em tempos de desafios e controvérsias."

__Martin Luther King Jr.
       Sobre noções de divisões ... 
a Vida é parceira de aprendizado e experiências.  A mostrar que esta é muito além do que está sendo construído, cimentado, na alma dos homens (e tem se materializado)
Ontem, hoje, agora... 
  Porque (e também) para perceber que... Viver é... 
Música: Trem-Bala, de Ana Vilela - Todos os direitos reservados à autora/cantora


"Ah... Quão importante é a humanidade 
saber qual a medida que se tem medido.
Saber que o tempo das coisas da vida
não é a vida que quer dar às coisas...

Quão importante é vir à tona o oculto e o escondido.
Saber a origem de certas atitudes
Conhecer nas vicissitudes,
o que o homem tem  gestado e parido.

O viver não mede o homem, ele o revela
O caminnar não é para seu tropeço, ele o desvela
É o mesmo que se apequena
Quando faz do entulho o seu poema...  

Ah... O homem precisa saber mais de si
Essa medida só é verdadeira 
quando sente o que é sentir
Onde até quem se acha descrente encontra a eira

Precisa dar nomes verdadeiros aos seus sentimentos
Abandonar o abismo construído sutilmente
Perceber do que tem sido participante em vários momentos,
do que deixa para trás; o corpo da inércia eficaz.

Percebendo materializado o que tem buscado construir 
Enxergando cada pedra de separação plantada
Cada pulsar abafado, cada fluir dormente
Cada dureza do muro de valores pequenos incentivada

Ah... A humanidade se agigantará
Quando lançar fora tudo quanto de inóspito insiste plantar
Quando for real que o que não tem valor nunca terá
Quando enfraquecer quem cresce com o que está a semear 

Quando captar que a vida sempre prova nos dará
Não sobre quem são os maiores ou melhores
E sim sobre íntimo aprendizado
Sobre o quê, quando, menos humanos temos nos tornado 

Sem esquecer sobre justa posição:
Não nos isentemos da verdade
O amor não se torna ódio, nem envenena coração
Ódio é a outra face da vaidade..."
_Valéria Milanês

reflexão poesia

"Por todas as jornadas, todos os caminhos
Incluindo os desérticos, os labirínticos, os descaminhos
A vida se apresentará como sendo quem é...
Incisivamente mais poderosa do que a sorte,
Explicitamente mais tenaz do que paradigmas-prisões,
Contundentemente mais efetiva que a morte...
Estrada rumo ao encontro do amor e do bem.
Sabedoria fluídica no ar a lavar dos homens seus corações 
Infinitamente e... Além!
__Valéria Milanês

Fonte imagens: Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...