Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


3/31/2014

A vida nossa de cada dia...


"Só há duas maneiras de viver a vida:
 a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. 
A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre."
_Albert Einstein

        Para muitos, viver realmente é conquistar o que se quer; para outros, não ter frustrado o que deseja. Parece igual, mas não é... De uma forma ou de outra, viver se sentindo vivo é muito mais do que isso, aquilo e o tudo mais.  Porque se assim não fosse, muitos não estariam desesperançados, frustrados, mesmo tendo alcançado, conquistado tanto...
...E da maneira que acreditamos, vivemos; 
e da maneira que vivemos, assim é, os frutos são... 


               Vivemos tempos de valores conturbados, invertidos. A importância de ser bem-sucedido, ou estar vivendo de verdade, está relacionada com o status financeiro, a posse, enfim, o que se tem. E isso tem sido o fator preponderante para que muitos não se sintam importantes; outros não querem viver por não perceberem o sentido da própria vida, comparando-se com a dos outros...
        Contudo, Viver plenamente é perceber! Sim, por exemplo, perceber a cada dia que o ontem passou... Perceber a Luz do Dia. Perceber que foi - pode ter ensinado (e também para isto serve) - , e não deve ser sentido ainda... Não mais. É um tempo que ficou para trás...! Perceber o tempo novo que chegou, a despeito do que foi, do que não foi ou do que "não deixaram ser".  É perceber contumazmente (algo disciplinadamente buscar 'o motivo') o que se tem a fazer neste amanhecer, para realmente notarmos a Vida nossa de cada dia... Novidade de vida!
          Viver não é só conquistar ou deixar de frustrar o que querem te impedir. Viver é também saber conviver! Ah... Alguém dirá: 
        - Pior exercício da vida é contar com a consciência alheia! 
        De fato, é um dos piores. Principalmente, porque a falta de consciência sempre vem acompanhada da "falta de educação na alma", o mal do século!

       Entretanto, a convivência concreta e absolutamente importante, a que tudo inicia, não está relacionada com 'o outro', mas com nós mesmos... É se permitir amadurecer, aprender, e ainda assim deixar espaço para se surpreender... Sempre!  É conseguir vencer o ontem, tanto com o bom e o ruim que era... Pois, tudo muda, evolui. Assim, nem só o bom ou o ruim prevalecem, permanecem.
       Para melhor "vencer a vida", basta cada dia... Sem tantas influências do que queria, do que conseguiu ou continuará a querer (isso é o outro lado da história).  É se deixar levar pela energia... E a melhor energia a nos inspirar começa em nós, do nosso interior. Emana de nós, para nós e, também, à nossa volta. Isso se a deixarmos fluir, isso se a deixarmos 'falar'  e "conviver com o nosso dia"...
        Estar nesse mundo com tanta precariedade (seja social, ética, cultural, sentimental, moral etcétera e tal) é doloroso. É mesmo incompreensível em muitos aspectos... Mas se aqui estamos ainda, há um motivo (Temos muito a fazer!).  E sempre haverá uma saída, um refrigério se... Tivermos olhos para ver, e permitirmos contagiarmo-nos com o bom, o belo e, então, ser parte de um elo, que irradia luz, alegria, esperança... Mas, outro dirá:  
           - Pura utopia! 
         Utopia é o inalcançável... E paz interior, prazer de ser e de viver muitos alcançam, sem ter nada a ver com o que se tem ou deixou de ter, materialmente, primeiramente... Pelo fato de estar vivo! (quem passou pela morte e viu 'que ela está viva' costuma ter uma consciência melhor apurada nesse sentido).
         Só não acontece assim com os que se cansam... Viver, fisicamente, cansa, claro!  Mas, não é só nesse ponto de vista...  Muitos cansam porque estão carregando dias passados e futuros 'nas costas'. Deixando o agora ser só uma penumbra, quando poderia ser um raio de sol renovado e renovando; uma luz a iluminar de dentro para fora... Pois, o sol em nós existe!
       Isso parece só conto de sonhador? Parece querer só ver a fantasia?  Mas, que graça, razão real a vida teria, se não vislumbrarmos o tudo que nela cabe?  Por que a fantasia, a 'loucura sadia', os ângulos não propagados, são considerados loucuras de sonhador? A vida não é só o que se possui, deixou de possuir; a vida não é um rótulo a ser comprado... E quem assim a confunde, não vê o outro lado...
      Tantas vezes passam por nós, aqueles que nos iluminam com um sorriso. Outros, estão a nos querer bem e nos transmitir a sua paz, com sinceridade, pelo simples fato de existirmos. Há quem nos ame, e nos enxergue como nem nós nos vemos, e somos importantes, sim! Basta querer... Ver!  Muitas das vezes, também, esses seres não 'estão com a vida ganha', não; suas vidas não 'está um mar de rosas'... Pois, o mundo em que vivemos é o mesmo!!  Mas persistem, insistem deixando sua luz brilhar, iluminando-se e a nos iluminar, e não notamos...  Não nos contagiamos... O lugar que damos? Questionamos...!
         Outras ocasiões, temos que mudar e não mudamos. Temos que nos reparar e não nos reparamos... Deixamos para depois o que já era para ser feito e vice-versa.  Tudo porque o dia em que estamos é outro...
         A ansiedade e a frustração são os maiores inimigos da vida, a vivida. Pois, faz do homem refém do que foi ou será, não se dando conta do que é e está a lhe esperar... Esperar que note, esperar que sinta, esperar que viva o que tem para viver... E entenda que se a vida ainda está, é porque o ontem passou, e o futuro só poderá ser, se conseguirmos enfrentar, abraçar, efetivar tudo o que há no tempo chamado... HOJE!
       Para cultivar a flor da vida em nós, é uma questão de cuidar... Uma questão de visão diária. Querer! Querer vê-la florir e... viver!! 
                A vida é um dom... Mas, é o viver que forja a força necessária para ser. A cada dia vence-se uma batalha (ou milhares); e essa é uma realidade para não esquecer: Somos mais, sempre mais do que quer que seja. Guerreiros capacitados a vencer na vida nossa de cada dia...
                

"Somos mais do que nos rotulam
Somos mais do que consigamos ter
Somos mais do que não conquistamos
Podemos mais do que confabulam
Podemos  mais do que nos fazem ver
Podemos mais do que estipulam
Só não somos e podemos mais,
quando deixamos de ser 
e perdemos a paz..."
(Valéria Milanês)

"Existe somente uma idade para a gente ser feliz, 
somente uma época na vida de cada pessoa 
em que é possível sonhar e fazer planos 
e ter energia bastante para realizá-las 
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos. 
Uma só idade para a gente se encantar com a vida 
e viver apaixonadamente e desfrutar tudo 
com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer. 
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, 
a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se 
com todas as cores e experimentar todos os sabores 
e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor. 
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio 
é mais um convite à luta que a gente enfrenta 
com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO 
e de NOVO, e quantas vezes for preciso. 
Essa idade tão fugaz na vida da gente 
chama-se PRESENTE, 
e tem a duração do instante que passa..." 
(A.D.

A vida nossa de cada dia...
Fonte imagem: Google imagens

“Sonhe, apesar das ilusões. 
Caminhe, apesar dos obstáculos. 
Lute, apesar das barreiras 
e, acima de tudo, acredite em você mesmo.” 
__Larissa Guerreiro.

3/17/2014

Com tempo... Sem tempo... Há tempo...


"Tudo o tempo leva. 
A própria vida não dura. 
Com sabedoria, 
colhe a alegria de agora 
para a saudade futura" 
__Helena Kolody



      Por mais que não queiramos lembrar, nunca nos esquecemos de uma certeza: a vida, o tempo não são controláveis... Podemos o que sonhamos e muito mais, mas enquanto vida tivermos... Mas, o quanto será? Quanto tempo seremos? 
Será que a vida espera todo o tempo que nem sabemos se temos?


      Vivemos um tempo em que parece que a vida, o tempo (ou ambos) correm desenfreadamente. Vivemos uma época em que a sensação é que não temos tempo para nada ou, ainda, que a 'vida está correndo'.  E essa sensação para muitos torna-se o grande motivo, a justificativa, para esquecer, para não lembrar o que deveria não esquecer... O grande vilão de tudo o que não está sendo... A desculpa perfeita para se dizer o porquê das ausências, da falta de comprometimento, das displicências e, até, das negligências. Embora não seja a verdade inteira, embora não seja o real...
       O que o tempo de hoje - que não fala - está a dizer é:  não é ele que está correndo, mas o mundo é que não está andando... Cada ser está empenhado demais em diversas coisas ao mesmo tempo, menos com o essencial de seu cada dia. Está com um grande 'bolo de informação'  (informações fragmentadas, muitas das vezes) sem real ligação, sem concretização. Onde temos um mundo correndo, mas o viver parado... Um mundo pessoal estagnado.
        Não é difícil ver o 'corre-corre' do dia a dia por onde quer que se vá, assim como é comum notarmos uma inércia, uma blindagem pairando no ar. Será mesmo que não há mais tempo para nada? Ou o pai de família largou o fim de semana com os filhos, a família, pelos jogos online? Será que o marido não tem espaço para sair com sua esposa e jantar ou passear, ou é mais conveniente ficar parado na rotina com o tal 'descansar'  - que não descansa nunca! - e para o happy hour com amigos há sempre um lugar?; será mesmo que não há espaço para o amor, ou apenas é a desculpa mais fantástica para se esquivar do se doar; e mais conveniente, criando aparente liberdade, alimentando o vazio profundo na alma, e que alimento conquista nenhuma acalma? 
       Se tudo o tempo leva, o homem não tem se deixado levar como convém... Pensa que está a revolucionar o seu tempo, quando, na verdade, busca o não tão necessário para se entorpecer, adormecer, e deixar a vida passar... E depois ter 'alguém para culpar'... Mais do que falta de sabedoria, isso é criar um reservatório de dores; é não ser protogonista na própria história e depois viver a lamentar.
         A vida é constituída de etapas, crescimento, envolvimento... Mas nem todos tem vivido conscientemente o quão estão deixando sua vida, sua história à margem, e esquecem que nosso tempo (e o de outros) é uma passagem, um bilhete sem conhecida data de retorno da viagem.  
        Quando deixarmos de olhar o tempo e olharmos para nós mesmos - nossas missões, nossos quereres, nossos sonhos, nossos entes queridos e amados -, realmente havemos de colocar tudo no seu devido tempo e lugar, pois se assim não o fizermos, não será o tempo quem sofrerá, mas, tão somente, nós por abdicarmos de tudo o que nos faz humanos, plenos, capazes e realizadores; para sermos somente quem espera ver o filme de sua vida rodar... 
        Viva o hoje plenamente. Faça hoje! Mude hoje! Revolucione hoje! Ame hoje! Faça o que tem de fazer consciente... O amanhã poderá chegar para você, mas para os que você mais ama, talvez não... Esse é o enigma do tempo, da vida. Essa é a visão, dimensão que não temos realmente controle; o resto basta ter consciência, coragem e coração.


"O tempo...
O de ontem passou, ensinou...
O hoje está para quem estiver,
E o amanhã... Ah, o amanhã... 
Para muitos nem existirá;
Não nesse tempo... 

Memórias que não se quer ter,
Desenhadas estão no coração.
Verdades que não se quer ver,
Mesmo assim são. 
Mistérios que, mesmo querendo, 
Não são para compreender... 

Com tempo...
Devemos viver.
Sem tempo...
Devemos esquecer.
Há tempo... 
Devemos querer,
e não se deixar morrer...
(Valéria Milanês)

Fonte Imagem: Google imagens

#Pra meditar...
A Borboleta Azul
         Havia um viúvo que morava com suas duas filhas curiosas e inteligentes. As meninas sempre faziam muitas perguntas. Algumas ele sabia responder, outras não. Como pretendia oferecer a elas a melhor educação, mandou as meninas passarem férias com um sábio que morava no alto de uma colina. O sábio sempre respondia todas as perguntas sem hesitar.
Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que ele não saberia responder. Então, uma delas apareceu com uma linda borboleta azul que usaria para pregar uma peça no sábio.
         - O que você vai fazer? - perguntou a irmã? - Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. E assim qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!
           As duas meninas foram então ao encontro do sábio, que estava meditando. - Tenho aqui uma borboleta azul. Diga-me sábio, ela está viva ou morta? Calmamente o sábio sorriu e respondeu:
- Depende de você. Ela está em suas mãos.
    ___Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado. Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos (ou não conquistamos).  Nossa vida está em nossas mãos, como a borboleta. Cabe a nós escolher o que fazer com ela.
Com tempo... Sem tempo... Há tempo...

Fonte Imagem: Google imagens

3/14/2014

Dia Nacional da Poesia - 14 de março



"Hoje!
Serei apenas versos,
abandonarei o chão
para voar junto do meu espírito...
E sonharei sonhos
que você também sonha,
caminharei por lugares
que você também deseja
pra nos encontrarmos aqui
diante do milagre
chamado poesia."
__Sirlei L. Passolongo


--------------------------------------------------------------------------

Poesia ("poesia" tem origem grega e significa "criação")
é uma forma de se expressar 
e transmitir sentimentos, emoções e pensamentos. 
Antigamente, as poesias eram cantadas, acompanhadas pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga. 
Por isto, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico. 
Hoje é considerado o Dia Nacional da Poesia, pois foi nesta data que nasceu o grande poeta brasileiro Castro Alves. Poeta romântico, Castro Alves morreu na capital baiana Salvador, em 06 de julho de 1871, com apenas 24 anos. 
Castro Alves escreveu obras clássicas como "Navio negreiro" e "Espumas flutuantes".
O Dia Nacional da Poesia é normalmente celebrado em bibliotecas, escolas e diversos outros espaços culturais, em eventos onde a declamação de poemas é normalmente privilegiada.
Faça um poema e mostre o poeta que existe em você!!!

#Série: Bom Saber 
          
            A Poesia é definida como a arte de escrever em versos, com o poder de modificar a realidade, segundo a percepção do artista.  Hoje, os poemas podem ser divididos em quatro gêneros: épico, didático, dramático e lírico. As linhas de um poema são os versos. O conjunto desses versos chama-se "estrofe". Os versos podem rimar entre si e obedecer à determinada métrica, que é a contagem das sílabas poéticas de um verso. Os versos mais tradicionais são as redondilhas; a redondilha menor tem cinco sílabas, e a maior com sete; os versos decassílabos, dez; os alexandrinos, doze. A rima é um recurso que confere musicalidade aos versos, baseando-se na semelhança sonora das palavras do final ou, às vezes, do interior dos versos. Rima, ritmo e métrica são características especiais de um poema e que podem variar, dependendo do movimento literário da época.       
        No Brasil, os primeiros poemas surgiram junto com o seu descobrimento, pois os jesuítas usavam versos para catequizar os índios. Depois, surgiram outras formas de poesia, como o barroco (1601-1768), o arcadismo (1768-1836), o romantismo (1836-1870), o parnasianismo (1880-1893), o simbolismo (1893-1902), o pré- modernismo (1902-1922), o Modernismo (1922-1962), até a forma de hoje. 
       O Dia Nacional da Poesia é comemorado em homenagem ao nascimento de Castro Alves, em 14 de março de 1847. Poeta do romantismo, ele foi um dos maiores nomes da poesia brasileira. Suas obras que mais se destacaram foram: Os escravos (no qual há o seu famoso poema Navio Negreiro) e Espumas flutuantes, cujas características principais são a valorização do amor e a luta por liberdade e justiça. Há outros nomes importantes da poesia brasileira: Alberto de Oliveira, Gonçalves Dias, Raimundo Correia, Olavo Bilac, Casimiro de Abreu, Cecília Meireles, Jorge de Lima, Ferreira Gullar, Manuel Bandeira, Mário de Andrade, Mário Quintana, Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes, Adélia Prado, Clarice Lispector e muitos outros.
Para conhecer mais:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Poesia
http://www.calendarr.com/brasil/dia-nacional-da-poesia/ 14/03 - Dia Nacional da Poesia http://www.paulinas.org.br/diafeliz/? system=datacomemorativa&id=71
http://www.smartkids.com.br/datas-comemorativas/14-marco-dia-nacional-da-poesia.html

3/11/2014

Sem medo de ser feliz


      Certo dia, aproximou-se de mim um pombo, com linha de nylon enrolada unindo seus pés. Tentei me aproximar, e ele se arrastando se afastava... Aproximava-me mais e ele voava, voos curtos... Eu podia ajudá-lo fácil, fácil, mas ele não deixava...  Eu dizia para ele:
- "Posso, quero te ajudar, mas você tem medo..." 
E ele partiu 'enrolado': tinha asas, mas continuava preso...  
Podia voar, mas não podia pousar...

       Isso é o que o medo faz: nos aprisiona, não nos deixa voar plenamente...! Não nos deixa enxergar as possibilidades, até mesmo aquelas que estão 'nos dando as mãos'... Faz-nos acostumar com o não condizente a nós mesmos; faz-nos viajantes de uma paisagem só... Faz-nos cegos tendo olhos! Menores do que somos.
        Muitos vivem assim (sendo uma simples defesa, pensam), sem a real condição de alcançar o que há para viver... Condição anulada pelo próprio ser. Oportunidades dispensadas pelo medo de permitir, conhecer.
         Nem tudo o que conhecemos (ou conheceremos) são (ou serão) flores, mas nem por isso podemos nos condicionar a não mais nos aventurarmos... Aventurar no sentido de perceber que, se estamos vivos, o motivo é o tudo que ainda podemos, o tudo o que venceremos... Como vencer sem tentar? Como melhor ser, sem lapidar? Como alcançar sem querer voar? Como voar sem poder pousar? Como seremos plenos, se de nós mesmos nos escondemos?
         Medo não é defesa (e nem nunca será) se for para nos paralisar... O medo, na verdade, é o irmão gêmeo da coragem (só não são univitelinos; um alerta, o outro age)... Onde o certo é que eles andem juntos!  Pois, o medo sozinho é metade... Sendo somente uma (pré) condição alimentada por quem decide não mais conhecer... É um (pré) conceito sobre um algo englobando um todo que não é igual... É decidir viver pedaço, sem querer ser total!  Essa predisposição assim ficará,  até o querer ser 'cego e preso' (a ilusão) for decididamente maior do que sonhar ser livre, pleno e real.  
       Quando houver a consciência de que a condição atual é tão ou mais insuportável até do que o 'desconhecido novo'... Quando quisermos viver o renovo sem fronteiras... Mudando, inclusive, a "fôrma de agir".  A partir desse ponto, renasce o ser vivente.  Pois, estava morto... Dentro do seu coração e na sua mente... 
        Somos chamados para a liberdade. Liberdade que começa em nós, por nós, por através de nós... Circunstâncias da vida vem para nos mostrar quem somos, como estamos e quem podemos ser... O novo sempre vem, já disse o poeta. Vem para materializar o que há de ser... Vem para nos fazer aprender, nos fazer crescer! E atuar na nossa felicidade. Não nos deixar esquecer o compromisso que temos com nós mesmos: o de ser feliz!

"Por mais longe que o espírito vá 
nunca irá mais longe que o coração."
_Sócrates


"A vida só é possível através dos desafios.
A vida só é possível quando você tem
tanto o bom tempo quanto o mau tempo,
quando tem prazer e dor;
quando tem inverno e verão, dia e noite;
quando tem tristeza tanto quanto felicidade,
desconforto tanto quanto conforto.
A vida passa entre essas duas polaridades.
Movendo-se entre essas duas polaridades,
você aprende a se equilibrar.
Entre essas duas asas,
você aprende a voar até a estrela mais brilhante."
_Osho 

"...Viva hoje !
Arrisque hoje ! 
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente!
NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ."
__Pablo Neruda



"Viva de verdade e com verdade.

Com medo ou o que for,

e com coragem.
Viva com fervor nessa viagem...
Vence a ti mesmo, em primeiro lugar,
E perceberás que ninguém 
nunca pôde te aprisionar..."
(Valéria Milanês)


Fonte imagens: Google imagens

3/10/2014

Vazio...


"Quantas vezes te chamo,
e não vens...
Quantas te clamo,
e não ouves...
Muitas reclamo 
sem voz emitir, 
e não notares 
que não estou a sorrir... 

Quantas noites a espera, 
do que não vem... 
Quantos dias, quantas eras,
para sentir o que convém... 
Sinais... Surreais. 
A chama, sem o fogo queimar. 
O sorriso, sem a luz. 
Os olhos, sem o olhar...

Sinais sem dimensão, 
sem expressão. 
Como ver o sol, 
sem sentir o seu calor, 
e um frio na alma gelar. 
Beijar, sem boca para saciar... 
Tocar com amor alguém, 
sem ninguém..." 
(Valéria Milanês -  in Vazio)

Fonte imagem: Google imagens

3/08/2014

Parabéns, Guerreiras! - Dia Internacional da Mulher



"Que sejas sempre lembrada,
não apenas por um dia,
mas no dia a dia...
Que sejas festejada,
não por convenção,
mas pelo seu valor,
sua força, seu coração.
Que sejas respeitada
com todo carinho,
e todo amor...
Hoje e sempre!"
(Valéria Milanês)

Reflexão poesia Dia da Mulher


Mulher...



"Hoje é dia da Mulher. Ontem foi dia da Mulher. 
Amanhã será dia da Mulher. Enquanto houver Mulheres."
__Joaquim Pessoa 

MULHER
__Carlos Drummond de Andrade


        "Para entender uma mulher é preciso mais que deitar-se com ela… Há de se ter mais sonhos e cartas na mesa que se possa prever nossa vã pretensão…
           Para possuir uma mulher é preciso mais do que fazê-la sentir-se em êxtase numa cama, em uma seda, com toda viril possibilidade… Há de se conseguir fazê-la sorrir antes do próximo encontro.
       Para conhecer uma mulher, mais que em seu orgasmo, tem de ser mais que amante perfeito… Há de se ter o jeito certo ao sair, e fazer da saudade e das lembranças, todo sorriso…
       - O potente, o amante, o homem viril, são homens bons… bons homens de abraços e passos firmes… bons homens pra se contar histórias… Há, porém, o homem certo, de todo instante: O de depois!
         Para conquistar uma mulher, mais que ser este amante, há de se querer o amanhã, e depois do amor um silêncio de cumplicidade… e mostrar que o que se quis é menor do que o que não se deve perder. É esperar amanhecer, e nem lembrar do relógio ou café… Há que ser mulher, por um triz e, então, ser feliz!
      Para amar uma mulher, mais que entendê-la, mais que conhecê-la, mais que possuí-la, é preciso honrar a obra de Deus, e merecer um sorriso escondido, e também ser possuído e, ainda assim, também ser viril…
    Para amar uma mulher, mais que tentar conquistá-la, há de ser conquistado… todo tomado e, com um pouco de sorte, também ser amado!”
Reflexão Poesia Dia da Mulher
Fonte imagens: Google imagens

3/07/2014

Com amor...


    "Pois de amor andamos todos precisados, em dose tal que nos alegre, nos reumanize, nos corrija, nos dê paciência e esperança, força, capacidade de entender, perdoar, ir para a frente.
     Amor que seja navio, casa, coisa cintilante, que nos vacine contra o feio, o errado, o triste, o mau, o absurdo e o mais que estamos vivendo ou presenciando."
__Carlos Drummond de Andrade


"A vida é bela. E o amor engrandece muito a beleza.
O amor não tem razão. É a razão. 
Dê amor, e você tem ainda mais. 
Viva com amor, e você vive com toda a riqueza que a vida 
tem para oferecer. 
Deixe-se amar com sinceridade, sem expectativas, só porque o amor flui naturalmente de quem você é. Deixe de lado as pretensões, medos e inibições; e viva com o amor que está no centro de você. 
Viva com amor, e isso traz o melhor em você. 
Pensar, falar e agir a partir de uma perspectiva de amor verdadeiro, autêntico, 
e o resultado é a realização genuína e crescente. 
Viva com amor.  
Pois, o amor vai levar você para a frente 
como nada mais pode."
__Ralph Marston 


3/06/2014

Para viver... e viver e viver...


"... Não se preocupe em entender, 
viver ultrapassa qualquer entendimento."
__Clarice Lispector     

    A vida é muito mais do que pensamos, aprendemos, e, até mesmo, sonhamos... De forma que a vida ou viver, é um mistério insondável cujo qual fazemos parte; fazemos parte sem termos real consciência da vida que temos ou devemos viver... E assim nascemos...  Para viver e ser!  Mesmo sem a noção do que isso, na prática, signifique...


      Ao longo de nossa existência, passagem, viagem pelo mundo, vamos tendo toda sorte (e também má sorte) de experiências que nos dizem que isso é viver... Que faz parte da vida e que estamos a aprender etc. E assim sendo, cada um tem uma visão, uma condição, uma reação, enquanto a vida segue... E no seu seguir, vamos caminhando por caminhos desconhecidos, outros sugeridos e, ainda, os descritos como sendo também uma forma de caminhar. E nesse passo a passo, nos encontramos, nos perdemos, nos aprisionamos, nos rebelamos, nos alcançamos..., sempre com nítida sensação de que ainda assim nada sabemos, nem sobre nós mesmos... Um círculo interior a girar e girar... Mesmo assim, reconhecemos: é uma dádiva, um bem precioso; o mais precioso que temos!

    Contudo, ao longo dessa experiência, criamos resistência, até com relação à vida nossa de cada dia... Por causa das dores, dos choros, dos enigmas, das maldades, dos dissabores... Daí a  imperfeição fica mais e mais visível, inclusive em nós. Por causa do sofrer indizível... E o que aprendemos, o que conhecemos passa ser 'uma regra'. Uma conduta, uma forma de agir, um determinismo e ponto! E não queremos saber que, na verdade, não é ponto, e sim vírgula... Pois, o que um sabe sobre a vida é 'mais um  ponto de vista' a somar, nunca a determinar...


     Viver é mais do que saber. Viver é mais do que sofrer. Viver é mais do que nos ensinam, em situações boas e ruins.  Na verdade, VIVER É SER!  Ainda que mais nada seja, ainda que muitos não saibam o que isso quer dizer... Viver é deixar fluir o que está guardado, trancafiado em nossos corações: a vida que está em nós. E todos as suas maravilhosas e misteriosas emanações...  Sendo que destas verdades quase nos esquecemos...


      Viver é libertarmos o nosso ser. Permitindo, a partir de nós, que a grandeza do universo se materialize sob as formas brutas, sublimes da natureza e sobrenaturais: o amor, a fé, a paz, a inocência, a esperança... Pois, é assim que nascemos, é assim que viemos ao mundo... É assim que a vida está plena em nós: quando somos crianças...!


"Para viver e ser, 
não é preciso entender 
Nem abrigarmos a pretensão

Nem tudo o que vivemos 
é o tudo o que se tem para ver
Vezes e vezes, 
nada sabemos sobre este coração

Só o conhecendo no tempo de morrer 
Voltando a ser..." 
(Valéria Milanês)

--------


Fonte imagens: Google imagens

3/05/2014

Espelhos...

      Quando temos bons valores em nosso interior, 
os vemos nos outros... 
   Quando temos (pre) conceitos (pré-) determinados somente por situações diversas  (educação, o meio...), temos, além do reflexo, os frutos...
Quando o homem perceber (sentir, abrigar) isso melhor, 
teremos um mundo com Bons Frutos!
A LIBERDADE COMEÇA DENTRO DE NÓS...
E SE REFLETE À NOSSA VOLTA...!

"Eu sou quem você pensa que eu sou...
Eu sou quem quer que você pense que eu sou, porque isso depende de você. 
Se você olhar para mim num vazio total, eu serei de uma maneira.
Se olhar para mim com ideias na mente, essas ideias vão me colorir. 
Se se aproximar de mim com PRECONCEITO*, então serei de outra maneira. 
Eu sou apenas um espelho. A sua face será refletida nele.
Assim, depende da maneira como me olha.
Agora você tem completa liberdade. Se quiser realmente saber quem sou, você precisa estar tão absolutamente vazio quanto eu. 
Desse modo, dois espelhos estarão, um diante do outro e só o vazio será refletido.
Um vazio infinito será refletido: dois espelhos se olhando. Mas se existir em você alguma ideia, então você verá sua própria ideia em mim."
_Osho
---------------------------------
(* grifo nosso)
 Fonte imagem: Google imagens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...