Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


1/27/2014

O céu e o inferno em nós...


           "O céu e o inferno provém
                 do mesmo coração."
                    (citação Xintoísta)

   Por que será que quando a imagem abaixo é vista pela internet, ela consegue muito mais (seja repercussão, ou pseudo-reflexão) do que quando o mesmo fato é visto "ao vivo e à cores"?  O que a foto revela certamente é mais umas das bestialidades 'comuns' em nossos dias... Entretanto, por que o 'virtual' tem sido a realidade, o mover do sentir do ser humano?  Esse por quê, é o X de muitas questões...

     Nos dias atuais é possível observarmos "n" (milhares) pessoas condoídas com um fato que viram na internet... Mas... o fato de ver (ou fazer) algo brutal ou cruel deveria ser igualmente repugnante, sendo visto pelas redes sociais ou na 'vida real nossa de cada dia'.   Porém, não é o que tem ocorrido...

   A internet tem sido para muitos uma ruína moral (na questão do desequilíbrio, irresponsabilidades e vícios virtuais - já falado em outro post: Tempos Modernos II), mas a Internet tem sido também uma Vitrine de tudo o que é bom e ruim no nosso mundo... Normal que assim seja, afinal esses são o seus reais valores: Informação e Interação. Por através dela podemos ver uma atrocidade cometida, por exemplo, no Oriente Médio (como na foto) ou, ainda, uma ilegalidade, crueldade em nossa própria cidade... E todos se manifestam, criticam, repudiam, enfim, exercem o direito de cidadão, pela internet... Então, o que certo é feito sem pudor.  Acontece, afinal, temos coração..! Ou não?!

      Contudo, ao pegarmos a mesma situação ocorrendo no dia a dia (existem muitas: cavalos carregando carroças enormes em plena estrada, sedentos, desnutridos, fracos, doentes...; jegues/burros/cavalos como parte de entretenimento turístico em condições monstruosas, nos circos, em cidades e tantos outros exemplos), não vemos manifestações acaloradas, aliás, não vemos nenhuma reação (salvo os ativistas que brigam em defesa dos animais; estes que são vistos e questionados pela opinião pública como agitadores, criadores de confusão, intolerantes, rebeldes etc. e tal...). Por quê, eis a questão!? Incongruências da mente, do Homem e sua visão...

     Fácil é ver o que o outro faz e criticar ou, até mesmo, se isentar de responsabilidade, pois é comum, e bem humano, o questionar, o julgar de quem ele, o Homem, acha ser seu inferior; fácil é não se incluir como fazedor de algo ruim, se houver uma 'explicação de sua razão', ou se o que estiver fazendo seja alvo de seu merecido lazer ou diversão; fácil é não querer ver o que outro sofre (inclusive um animal) se REALMENTE tiver que se expor, se envolver, fazer parte integrante da questão... E essa é a grande ilusão onde a internet tem sido parceira de muitos, aos milhares: pode-se falar, repudiar sobre tudo o que não presta (É graças a Deus por isso!), mas sabendo que SERÁ SÓ ISSO MESMO: uma exposição vazia e sem possibilidade de lhes incomodar, dar-lhes um trabalho a mais... Enfim, a internet tem sido usada como 'um cala boca virtual' das consciências humanas, enquanto tudo mais que pode ser mudado, questionado, melhorado na VIDA REAL pode ficar igual... 

      Fazer o Bem VIRTUAL é algo aceitável e tem sua importância, mas não gera REAL valor se no Agir, no Viver, se onde ACONTECE A VIDA, o mal tem licença para vigorar, se o inferno interno de cada um for justificável pela dormência, razão exacerbada ou acomodação... Enfim, continuar um círculo maligno e sutil sem fim... 

      O mundo, realmente, será melhor quando as pessoas usarem a Internet como meio propulsor do que JÁ FAZEM no dia a dia para o certo e justo  prevalecerem, estejam onde estiverem, com quem estiverem;  quando cada um lutar e vencer o seu próprio inferno diário e querer o Bem (o céu) para si e para os demais em redor; quando céu e inferno deixarem de ser estereótipos apenas religiosos (e não estou a questionar as Religiões, pois sobre religião não discuto! Não por causa dos dogmas, mas por respeito à fé de cada um, que é sagrada...) ou conjecturas filosóficas, e uma questão verdadeira ser 'encarada de frente':  o mundo não caminha com o mal que está à parte, o Mundo caminha com o mal que está em cada coração... É simples e inegável assim, querendo ver ou não!

Fonte imagem: Google imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...