Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


4/28/2016

De pai para filha...


"A educação é uma coisa admirável,
mas é bom recordar frequentemente
 que nada do que vale a pena saber
pode ser ensinado."
_Oscar Wilde

Fonte vídeo by TimoKidsApphttp://timokids.com.br/blog **


   Reflexão do Blog:  
        
          A postagem do vídeo acima não visa "declarar" como deve ser feito no cotidiano dos lares etc., pois é uma demonstração de que podemos enxergar outros ângulos (no mínimo, pela simples realidade de que eles existem), enxergando não só nossos costumes, interesses, máscaras, 'vícios de agir'  - as veladas repetições que nos encolhem, mas são as que, em grandíssima parte, damos lugar porque aprendemos a exaltar que aprendemos. Portanto, tem o propósito de buscarmos analisar o quanto nosso proceder no dia a dia tem sido condizente com o que declaramos em palavras, ou além das 'palavras que nos favorecem' ou além de instrução das conveniências do que for.  
    Visa convidar a trilharmos os interessantes desdobramentos que ocorrem em feitos, fatos, busca de soluções, representação de informações, ao nos dispormos a enxergar os questionamentos e as necessidades existentes ao nosso redor, não somente o que queremos ver e temos visto, e o quanto de expansão 'se abre' em nós por meio destes... (E que é sempre interessante notar os 'confrontos' entre o que aprendemos e replicamos, e o que não devíamos nunca desaprender: o mover do genuíno Ser. E também as manifestações de criatividade, revelação e 'de tempo' (vigor) - normalmente sempre em plano secundário quando acomodados estamos -,  o quanto nos movemos para defendermos o que acreditamos ser o contrário do que nos foi declarado sobre nós mesmos... O que não deixa de ser um avanço de visão, pois se imóveis permanecemos diante de um 'novo dado' é porque já nos desconhecemos irremediavelmente, irremediavelmente automáticos nos achamos, nos tornamos...).
         
  Por um ponto mais específico (porém, infinitamente amplo), pretende incentivar a canalização do nosso foco de visão em Cada Ser (e sua particularidade), por exemplo, não apenas co-relacionando-o como 'um todo' genérico sócio-educacional e, ao mesmo tempo, sem desmerecer a força do conjunto (como a sociedade nos ensina e onde há muito nos tornamos números gerais...), a fim de percebermos, verdadeiramente, acerca de necessidade e toda a plenitude desta palavra (essencial), como um fator vital, pessoal, que está muito além de nossa razão, muitas vezes moldada (inclusive a percepção desta) por parâmetros repetitivos e de acomodação.
           Por fim, mas como um início de fazermos algo, e não de finalização em atos robotizados, vislumbrarmos que podemos nos colocar 'no lugar do outro' por um instante sequer e andarmos um pequeno pedaço da jornada alheia, que não se trata de 'ser robô de alguém', e sim em ato de reconhecimento de que Cada Ser é um Universo, e a nobre consideração (respeito) quanto a esta característica que nenhum dado genérico sistematicamente ensinado pode apagar - sendo um grande estímulo ao erro não fazê-lo, ou justificarmos nossos atos por generalizarmos... Deixarmos os discursos em segundo plano (o devido lugar) e darmos espaço para a Originalidade do Sentir, ainda que tenhamos que reencontrá-la dentro de nós. Percebendo não só que a vida de seres a nossa volta pode ser melhor, a partir de nosso olhar, bem como nós mesmos... E o viver pode ser muito... Mais! 
"Fazer o bem... Faz bem!
A razão nem sempre 
está condicionada a nos auxiliar
 se não pudermos sentir, enxergar... Além!"
_Valéria Milanês


Fonte imagens: Google imagens


-------------------------------------------------------------------------------------------
** A publicação do vídeo tem o intuito de divulgação de mensagem sócio-cultural e reflexão. 
Este blog não está recebendo nenhum incentivo de qualquer espécie para postar/divulgar o referido vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...