Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


3/31/2016

Eu (I Am)... - O Filme


"O que há de errado com o mundo?


        O poeta, ensaísta, filósofo G.K.Chesterton respondendo a essa pergunta para um concurso dissertativo do The London Times,  e tão repetidamente ouvida no mundo ao longo dos tempos, assim respondeu:

"Caros Senhores,
Eu.
Atenciosamente,"
__G.K.Chesterton


                     Resposta simples e enigmática, sobretudo porque a humanidade tem sido ensinada contumazmente (e não é de hoje, passando, portanto, de geração a geração) a não reconhecer onde pode ser mais atuante beneficamente, e apenas 'exaltar' os modismos e as mazelas existentes acerca do viver, e, com isso, se isentando de sua efetiva participação, ainda que inconsciente, nesta "desconexão" que altera uma equação invisível, mas real: os caminhos entrelaçados do homem no mundo e para o mundo.

O que podemos fazer sobre isso?
          
         Mas, graças aos céus, ao Criador da Vida e de tudo que tem vida, não somos constituídos somente de mente programada, e sim de coração...
          E existe, sim, uma forma de mudar o mundo marcado pela manutenção de desigualdades, atrocidades, aleijumes - a começar em nós mesmos... E para os que só podem acreditar no que conseguem ver, ou seja, no estudado, testado, sim, é cientificamente comprovado (não só divulgado no documentário "I AM", como também em outras fontes) -, "e a resposta é bem menor do que a resposta de G.K.Chesterton: AMOR."(*)

John Francis, ambientalista, autor de 'The Planet Walker" 
Um dos entrevistados no Filme  "I AM", documentário de  Tom Shadyach (2011)
Link Trailer Oficial do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=iYtfnONazTU
--------------------------------
               ....e com relação à outra pergunta também muito repetida, 
mas cada vez com menos respostas positivas...


"O que é que está bem no mundo?
Um dia possamos responder da mesma forma:
I AM."(*)


_______________________________________
(*)  Transcrição, citação, em livre tradução, integrante do documentário "I AM", de Tom Shadyac
__________________________________________________________



"Ressuscitemos nossos sonhos
Abracemos o amor, a fé, a paz, 
bálsamos para a dor
Valorizemos a liberdade 
(não só a nossa, a de nossos semelhantes)
Percebamos a passagem do vibrar da vida 
- seu recomeço a cada manhã 
Descortinemos engessadas direções
Plantemos boas sementes 
na terra fértil que é nosso coração
Vejamos a primavera florindo em nossos atos, 
caminho para novos e bons frutos... 
E que, por através de Cristo
Não nos esqueçamos a presenteada lição: 
Mais poderosa que a morte 
é a vida em nós...!"
__Valéria Milanês


Nota do Blog: 
                  Este post não tem o objetivo de 'apenas' promover o documentário de forma comercial ou o seu realizador (algo que o mesmo nem necessita), e sim de demonstração de um resumo, um registro/ exemplo de que, no mundo, existem  muitas formas de estudos (e também não é de hoje, embora bem menos divulgadas - por que sera?) sobre a vida, com o intuito de visionar, ampliar e ampliar as características infinitas sobre o ser e o viver, não apenas e somente propagar 'antigas fórmulas' - que formataram e enrijeceram muito a humanidade - apresentadas em aspectos parciais como sendo gerais e absolutas; e declarar um convite a nós mesmos, onde, a partir de autoconhecimento (autoquestionamento), percebamos mais sobre o que podemos fazer de melhor nos tempos atuais (de forma legítima e positiva): melhor ser, melhor viver, melhor agir... 
          Não menos importante, esta postagem visa, também, refletir acerca das verdades que a Poesia (o cerne do Blog) tem nos mostrado há milhares de anos (e não por através de lições empedradas, mas com o mover da inspiração, do intuir, da percepção, unidos às batidas das emoções e dos sentimentos do Homem), e que estão sendo, de certa forma, evidenciadas e comprovadas: com o fluir de coração para coração e ao unirmos nossas mãos, temos o caso onde ao somarmos dois fatores, por exemplo, o resultado dá menos... Somos UM! Entretanto... Somos mais!
 
 Fonte imagem: Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...