Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


3/31/2016

O desabrochar...

Série: Belezas da Natureza



"O que foi dito à rosa e que a fez abrir-se, 
foi-me dito aqui no peito."
__Rumi


Fonte imagem: Google imagens

Eu (I Am)... - O Filme


"O que há de errado com o mundo?


        O poeta, ensaísta, filósofo G.K.Chesterton respondendo a essa pergunta para um concurso dissertativo do The London Times,  e tão repetidamente ouvida no mundo ao longo dos tempos, assim respondeu:

"Caros Senhores,
Eu.
Atenciosamente,"
__G.K.Chesterton


                     Resposta simples e enigmática, sobretudo porque a humanidade tem sido ensinada contumazmente (e não é de hoje, passando, portanto, de geração a geração) a não reconhecer onde pode ser mais atuante beneficamente, e apenas 'exaltar' os modismos e as mazelas existentes acerca do viver, e, com isso, se isentando de sua efetiva participação, ainda que inconsciente, nesta "desconexão" que altera uma equação invisível, mas real: os caminhos entrelaçados do homem no mundo e para o mundo.

O que podemos fazer sobre isso?
          
         Mas, graças aos céus, ao Criador da Vida e de tudo que tem vida, não somos constituídos somente de mente programada, e sim de coração...
          E existe, sim, uma forma de mudar o mundo marcado pela manutenção de desigualdades, atrocidades, aleijumes - a começar em nós mesmos... E para os que só podem acreditar no que conseguem ver, ou seja, no estudado, testado, sim, é cientificamente comprovado (não só divulgado no documentário "I AM", como também em outras fontes) -, "e a resposta é bem menor do que a resposta de G.K.Chesterton: AMOR."(*)

John Francis, ambientalista, autor de 'The Planet Walker" 
Um dos entrevistados no Filme  "I AM", documentário de  Tom Shadyach (2011)
Link Trailer Oficial do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=iYtfnONazTU
--------------------------------
               ....e com relação à outra pergunta também muito repetida, 
mas cada vez com menos respostas positivas...


"O que é que está bem no mundo?
Um dia possamos responder da mesma forma:
I AM."(*)


_______________________________________
(*)  Transcrição, citação, em livre tradução, integrante do documentário "I AM", de Tom Shadyac
__________________________________________________________



"Ressuscitemos nossos sonhos
Abracemos o amor, a fé, a paz, 
bálsamos para a dor
Valorizemos a liberdade 
(não só a nossa, a de nossos semelhantes)
Percebamos a passagem do vibrar da vida 
- seu recomeço a cada manhã 
Descortinemos engessadas direções
Plantemos boas sementes 
na terra fértil que é nosso coração
Vejamos a primavera florindo em nossos atos, 
caminho para novos e bons frutos... 
E que, por através de Cristo
Não nos esqueçamos a presenteada lição: 
Mais poderosa que a morte 
é a vida em nós...!"
__Valéria Milanês


Nota do Blog: 
                  Este post não tem o objetivo de 'apenas' promover o documentário de forma comercial ou o seu realizador (algo que o mesmo nem necessita), e sim de demonstração de um resumo, um registro/ exemplo de que, no mundo, existem  muitas formas de estudos (e também não é de hoje, embora bem menos divulgadas - por que sera?) sobre a vida, com o intuito de visionar, ampliar e ampliar as características infinitas sobre o ser e o viver, não apenas e somente propagar 'antigas fórmulas' - que formataram e enrijeceram muito a humanidade - apresentadas em aspectos parciais como sendo gerais e absolutas; e declarar um convite a nós mesmos, onde, a partir de autoconhecimento (autoquestionamento), percebamos mais sobre o que podemos fazer de melhor nos tempos atuais (de forma legítima e positiva): melhor ser, melhor viver, melhor agir... 
          Não menos importante, esta postagem visa, também, refletir acerca das verdades que a Poesia (o cerne do Blog) tem nos mostrado há milhares de anos (e não por através de lições empedradas, mas com o mover da inspiração, do intuir, da percepção, unidos às batidas das emoções e dos sentimentos do Homem), e que estão sendo, de certa forma, evidenciadas e comprovadas: com o fluir de coração para coração e ao unirmos nossas mãos, temos o caso onde ao somarmos dois fatores, por exemplo, o resultado dá menos... Somos UM! Entretanto... Somos mais!
 
 Fonte imagem: Google imagens

3/29/2016

Um mundo Cem...



"Nosso principal trabalho não é aprender a amar,
mas desaprender a odiar."
_Sri Prem Baba

(*) crédito vídeo            

"Um dos paradoxos dolorosos do nosso tempo 
reside no fato de serem os estúpidos os que tem a certeza,
enquanto os que possuem imaginação e inteligência 
se debatem em dúvidas e indecisões."
__Russel Kirk

O amor não se define, o amor se vive...
(parafraseando _Sêneca)

"Não pode haver um profundo desapontamento 
onde não existe um amor profundo."
_Martin Luther  King Jr



Nota do Blog:  Esta publicação não visa provar dado algum sobre o nosso mundo atual. Sobre atos, fatos, discrepâncias..., cada um de nós pode buscar discernir em 'qual mundo' vivemos....  Na postagem deste vídeo temos 'dados hipotéticos' de um 'mundo hipotético'... Qual semelhança será mera coincidência?  

__________________________________________ 
(*) Crédito vídeo: "Bright Side"
Música: Orquestra Brasileira de Música Jamaicana
 Fonte Vídeohttp://www.facebook.com/quebrandootabu/?fref=nf


Fonte imagem; Google imagens

3/28/2016

Além...

Série:  Belezas da Natureza

Orquídea Flor real

"Contudo, em tudo...
Encantam-me mais a esperança 
e o amor, como alma de criança
Além da lógica, existe a verdade
Além dos erros, existem os acertos
Além da ação, existe a renovação
Além das influentes impossibilidades do mundo, 
existe um infinito mundo de possibilidades em nós
Além do padrão, existe a fantasia
Além da dor, existe a alegria

Além do concreto, existe a natureza
Além do que vemos e vivemos, 
existe tudo quanto ainda podemos ver e viver 
- dando asas ao o que uns chamam de certeza, 
eu chamo de... Fé! 
Sendo o que uns chamam de otimista
- o que é catalogação não vislumbro conquista;
o que é definido, em si, não o é -
mas declamo: aquela que sempre sonha com o além, 
pois esse além nos é imprescindível:
Além do que for.

Afinal, o sonhar é muito isso, também... 
Independer do que está, para trazer à existência, 
gerar, o que é, foi e será!
Ontem, hoje e sempre... 
Sempre que nos dispusermos enxergar Além... 
Somos infintamente mais!"
__Valéria Milanês


Fonte imagens:Google imagens

Gotas de oceano...



"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos 
não é senão uma gota de água no mar...

   Fonte imagens: Google imagens
Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota."
__Madre Teresa de Calcutá


"Há aqueles que lutam um dia, 
e por isso são bons;
Há aqueles que lutam muitos dias, 
e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos, 
e são melhores ainda;
Porém há aqueles que lutam toda a vida,
esses são os imprescindíveis."
__Bertolt Brecht

"Pessoas de caráter fazem a coisa certa 
não porque elas acham que isso 
irá mudar o mundo,
mas porque se recusam 
a serem mudadas pelo mundo."

"A honestidade nem sempre compensa,
mas a desonestidade sempre custa."
__Michael Josephson

3/26/2016

Luz da Vida...


Que a Luz da Vida (o Sol da Justiça)
Resplandeça e ilumine a todos nós
Ontem, hoje e sempre....
De eternidade e eternidade!

Fonte imagem: Google imagem

3/25/2016

Tempo para um novo tempo... Feliz Páscoa!



"É tempo...
Tempo de perceber que ainda há tempo
Tempo de recomeçar, refazer, reviver
O que um dia morreu em nós
Andou para longe, nos deixando sós...
Sonhos que decretamos que não valiam a pena
Tempo de desnudar a alma pequena



Há tempo...
Tempo de resgatar a importância da essência
Tempo de praticar gratidão, afeto, compaixão
Envergonhar a intolerância, ser esperança
Valorizar as conquistas que não tem preço
Portanto, as que tem maior valor
Ser mensageiro de alegrias na dor do irmão

É tempo...
Tempo de resgatar o bem querer 
Abrigar o meditar e o mover da oração
Transcender para além o pensar e o fazer
Promover a liberdade, perseverar com e por amor
Tempo de plantar, tempo de colher...
Plantar a harmonia, o perdão e colher a paz!

Há tempo...
Tempo de inspirar o ressurgir da verdade
Abandonar o brilho da ilusão e a maldade
Unir as mãos por sublimes sentimentos
Ser instrumento de luz e ser... Mais!
Sempre há tempo para um novo tempo
Enquanto temos tempo de viver a lição

Tempo do jorrar da vida... Renascimento...
Tempo de Ressurreição!"
__Valéria Milanês

Feliz Novo Tempo...
Feliz Páscoa!

São os votos de Poesia.com.Reflexão Blog

Fonte imagens: Google imagens

A paixão de Cristo...


A paixão de Cristo...

... é Você!
Jesus, o Cisto
Fonte imagem: Google imagens

e... mesmo que nos esqueçamos,
Ele não esquece...



"O Eterno está mais próximo de nós
do que nós de nós mesmos"

3/23/2016

Visão além da visão...


"Ah, o fluir...
O genuíno mover de ser
Que sejamos para além da visão
Como as águas de nascedouro... São!"
_Valéria Milanês


Fonte imagem: Google imagens

Na linha da vida...


"Viver nesse mundo 
é andar numa corda bamba;
que é diferente de estar "em cima do muro".
A corda é a linha da vida,
e o bambear é tudo quanto necessitamos 
conhecer, decidir, reconhecer, equilibrar 
para melhor Ser,Viver...
A vida é uma trilha
não necessariamente de caminhos retos
 Andarmos nela é mais bonito 
quando o fazemos de mãos dadas..."
_Valéria Milanês
Fonte imagem: Google imagem

3/21/2016

Poesia nossa de cada dia...



"Sou poesia
de noite e de dia
converto em versos
a melancolia

A vida é implacável 
diante da dor
buscamos alento
no que for amor

Sou poesia
pois ela irradia
um sopro de vida
no mundo cruel

Procuro palavras 
que possam ser ditas
traduzindo as notas 
da noite escrita

Transformo a poesia
em nova versão
traduzo em versos
a mais pura emoção..."
__Beatriz Sebastiany
Fonte imagem: Google imagens

3/10/2016

O mistério de todas as coisas...



"Todas as coisas tem o seu mistério,
e a poesia é o mistério de todas as coisas."*

*__Federico García Lorca
Também atribuída a autoria 
ao poetaJosé Angelo Cardoso,
 in "Outro lado da poesia e conto."  
Essencialmente alémFonte imagem: Google imagem

3/09/2016

A culpa é do destino...



"Ninguém caminha
Senão no traço já riscado
Ninguém dá um passo
Para qualquer lado
Senão para o caminho determinado...

Até o mais arrojado
Num sinal de independência
Insiste ir para o oposto lado
Acaba rumando para onde devia
Só não tinha consciência..."
_Valéria Milanês        


Tantas vezes notamos o quanto a Poesia revela a alma humana. Não genericamente falando, mas -  única, exclusivamente  -  descortinando cada ser (e não seria diferente, pois assim somos: únicos, exclusivos), e não para o mundo ver mas, principalmente, para que nos vejamos, e o quanto de nós nos resta em nós mesmos... Como uma expansão de consciência suave, leve, gradativa, pessoal, na medida que nos permitimos, nos envolvemos, nos dispomos ou nos expomos a conhecer melhor a energia da Poesia da Vida.


           O poema acima, escrito em 2012, tem nos mostrado muito isso, ao longo dos anos, à medida que temos contato com as diversas interpretações acerca deste... E é assim mesmo que a magia da poesia se manifesta, e onde reside também um dos seus grandes poderes: o de revelação... O poder que é revelado em cada um de nós (no que revelamos sobre nós mesmos) ou por através de nós (ao "revelarmos a alguém sobre si mesmo"), no oculto íntimo descrito sob a forma de versos, e por intermédio da interpretação do conteúdo de um poema.
          Pela interpretação nota-se a visão de cada ser e mais: O que o faz assim ver... Mesmo sem perceber, quais fatores externos e internos estão a "governar" essa visão e, ainda, quais acontecimentos armazenados na alma (fatos conscientes e inconscientes) são a "Trilha do Destino" nesta ou naquela vida...


Não é difícil notarmos quão complexo é o homem, difícil elevado a Pi é sabermos (incluindo nós mesmos) quais foram, até aquele determinado momento observado, os atos e os acontecimentos (não esqueçamos aí nessa imensa lista, dentre as possibilidades: o formato da educação, a lapidação, a manipulação, a violência - moral, social, sexual -, o abandono, a rejeição, as perdas - materiais, emocionais -, as dores, as ausências, o dilacerar das injustiças...) que culminam como 'determinantes' em decisões, escolhas, fugas, valores, 'desculpas', em nosso agir no dia a dia... Sendo, portanto, mais "simples, mais fácil" darmos o crédito, o mérito de tudo o que foi e não foi para o acaso.  Mas... E as questões que ficam 'no ar', como abaixo, tem ou não importância?
______ Será mesmo que a linha da vida pode somente ser definida por "fatores que nos fogem das mãos" ou somos nós que não agimos nisso ou naquilo por decisões, indecisões; ou só,  tendenciosamente, decidimos, olhamos, enxergamos, o que já "determinamos que convém", pelo entulho ou vazio que há alimentado no centro de nosso coração? 
___ Será mesmo que o acaso é o principal responsável, por exemplo, quando alguém A encontra em um show, balada, festa, evento, e se apaixona por alguém B...? Ou esse alguém A já saiu, decidiu em seu ser que ao ir nesse determinado lugar programado irá buscar se envolver, viver o que naquele momento crê? Podendo, inclusive, o contrário desta decisão ocorrer, ou não? 
___ Será mesmo que quando decidimos não ir a determinado lugar é somente porque não tinha de ser, ou decidimos que não queremos mesmo que seja, por motivos outros pulsando em nossas veias (como resguardarmo-nos de mais tristezas, dores, decepção, sensação de tempo perdido, pelo o que não foi intimamente notado. Incluindo o também conhecido como amor próprio); por não querer mais determinada atuação em nosso cotidiano, ou seja, sinais de cansaço da matéria, onde nos mostramos em quais áreas um pouco morremos? 
___Outra situação: Quando determinadas circunstâncias predominam constantemente em nossa vida,  assim o são ou tinham de ser, ou nós estamos repetindo e repetindo atitudes, pensamentos, sentimentos, programações, erros (leia-se aqui em erros como atitudes repetidas que fazem o mal para si ou para outrem. Afinal, "podemos cometer o mesmo erro várias vezes, mas a partir da segunda vez já não é um erro, e sim uma escolha", seja por quais fatores forem), enfim,  segundo experiências ocorridas em nossa vida no passado e refletindo tudo isso de novo, e de novo...?
      Claro que não devemos excluir o imponderável em nosso viver como atuante e possibilidade em muitos aspectos (claro que não), mas a vida não só o abriga... Fazê-lo seria delimitar pobre e solenemente o que é a grandeza infinita da vida; uma lástima seria, pois retira bruscamente o encanto, a mágica de todas as coisas inerentes a esta e de cada pessoa. E porque, assim como existe o imponderável, existe também o que ponderamos (ou não, consciente ou inconscientemente), e determinamos sendo o melhor a vivenciar, elegemos, mesmo, como um 'must' ou outra coisa... (- E, aí sim, em determinado tempo da vida,  a própria Mão da Vida (o Senhor da Vida) vai nos mostrar por "n" situações essas "repetições" que temos elegido como o inexorável, mesmo não o sendo...) E vamos culpá-lo, digo, vamos chamá-lo de... Destino.
       
Com a poesia, há caminhos de perceber a infinitude do muito que não podemos explicar, não com nossa mente somente, porém ao rotularmos que tudo tem unicamente motivos "alfa", transcendentais, e que somos não-participantes ou não-responsáveis acerca de diversas situações ao nosso redor ou que temos visto, é buscar levar a vida na humanidade, ao longo do tempo e do espaço, a um ínfimo patamar, e uma afronta à toda inteligência existente.  Não há como negar que muitos são os fatores que podemos e os que não dominamos ver e viver, inclusive... Mas, também muitos utilizam "pra tudo e contudo" um fator 'isolado' como justificativa para si ou para os outros, para se explicar ou explicar tudo, incluindo decisões e 'ausência' destas, mesmo quando, muitas das vezes, nem tem a resposta sobre si mesmo acerca desse comportamento. - conscientemente.
          Por outro lado, andamos, e não é incomum, segundo a influência de algo (ou alguém),  e ainda assim, tenderemos a declarar que é um ato arrojado, pessoal, mesmo não o sendo também... Em outras situações, daremos passos segundo nossos mais particulares planos e projetos (profissionais, acadêmicos), desejos esses, na verdade, forjados por experiências passadas... E temos um infinito de possibilidades acerca do agir, do pensar humano, entretanto, para muitos - sempre - será melhor julgar (ou jogar) uma culpa, um fator definitivo sobre um assunto, mesmo que sejamos, cada um de nós, infinitos... E muito de nós se esvai, como a espontaneidade.
           Portanto, genericamente falando, mesmo que sejamos infinitos, complexos (e responsáveis por nossos feitos e não-feitos e seus efeitos), decretamos dia após dia um MOTIVO sobre os "horrores e tudo mais de péssimo no mundo": apenas os governos. E um CULPADO para tudo em nossas vidas: apenas o destino! O que não deixa de conter uma verdade, repetindo: a que se quer ver, viver...
          Temos um tempo a cumprir aqui materializados, do qual, verdadeiramente, não temos nenhum controle (quanto a isso e seus desdobramentos, sigamos com Fé no Criador, o Eterno... sempre!), entretanto, enquanto cá estamos, no que concerne aos nossos capítulos de vida, é nossa missão lutarmos para sermos, e percebermos muito mais... Acordarmos, vermos...! 
            Sim, a culpa é do destino... Do destino que damos às nossas ações e das ações dos outros em nós...!

"Não somos apenas o que pensamos ser.
Somos mais. Somos também o que lembramos
e aquilo de que nos esquecemos;
somos palavras que trocamos,
os enganos que cometemos,
os impulsos a que cedemos 'sem querer'."
__Freud

Fonte imagens: Google imagens

3/08/2016

Uma flor com Amor...



Que esta flor represente o respeito
importante no dia a dia,
E não uma convenção, alegoria.
Represente o florir da valorização da vida,
do tocar a alma de um ser com calor...
Seja Uma Flor do Amor!

Feliz Dia da Mulher...
Ontem, hoje & sempre!
Fonte imagem: Google imagem

3/07/2016

Los gatos...



"Gatos são seres para armazenar carícias."
__Stéphane Mallarmé

Fonte imagem: Google imagens

As coisas boas chegam com o tempo...


"As coisas boas chegam com o tempo.
As melhores, de repente."
__Dito popular


Claro que podemos (e devemos "num exercício de esperança", inclusive) planejar muitas coisas na vida, no dia a dia... Planejar o que queremos, programar o que planejamos, cumprir o que nos propomos em planejamento, como compromissos agendados etc.



Entretanto, porém, contudo...
           Onde estamos sem a espontaneidade da vida? Quem somos sem ele, o transparente, o genuíno, o característico de ser gente em nós.... A ação do coração fluindo ou o tal "de repente"? Aliás, o que é "um de repente"? Até que ponto vencemos a "programação do dia dia" ?

                   Convenhamos, O "de repente é o melhor" porque permitimos-nos fluir... Não por deixarmos o "acaso acontecer", como tão normalmente definem.... Porque deixamos nossa energia fluir verdadeiramente em essência, fatos e atos, e a atrair o melhor que há em nós, por nós e por através de nós, inclusive em nossos sonhos e planejamentos... Crendo, e sem que uma catalogação esteja a 'nos escanear'! Enfim, planejamentos sem planos do mundo, e sim com os do coração mais atuantes, falantes.  
 ( - Ah, tão linda é a espontaneidade, e o destronar das repetições...!)
           Paradoxalmente, no caminho da desconstrução, também, muito é necessário desacreditar: 
 ( - não acredito (!) em atos repetidos, comportamentos, situações robotizadas!)
            Desacreditar em programação, formatação - seja do que for - como principal, pois temos provas e provas de que não funcionam - principalmente, se avaliarmos com um quadro comparativo de vivências e/ou a conclusão dos feitos positivamente, e no que concerne ao nosso âmago, ou libertação de sentir, ser etc.;
      Desacreditar de qualquer 'coisa que seja mais importante' do que a Vida, e o que a mesma busca nos ensinar com 'mais vida';
              Desacreditar em "tapetes de convenção", onde tudo está 'lindamente' formulado para o comum (ou o pior de nós) passar, 'desfilar',  como temos visto e revisto, em tantas e tantas situações...
            Em livre reflexão: O melhor........Não está no "de repente", está na ação de derrotarmos o pior que tem fluido por através de nossas mãos, programação, emoção, visões.... Está no fluir do querer verdadeiramente nosso...! (Incluindo dos que estão a nossa volta, com seus quereres e ações, resultando em mundo melhor em nosso dia a dia - ou assim deveria ser). Como um "voar às avessas", onde pousamos rumo a promover a polinização do que precisa brotar, florir...
            ... Algo diferente disso, é mais do mesmo que já temos visto (e nos fartado, de forma corriqueira) até nos enfadarmos, e ficarmos clamando pelo "de repente" que possa nos acontecer! 
           Com o tempo, não são "coisas boas" que chegam até nós, e sim melhores são nossos sentimentos, acompanhados de também boas atitudes ao lidarmos com estes. Pois, tanto quanto voar é importante pousar... Tanto quanto planejar é importante o ser do fazer... Tanto quanto pensar é importante amar... 
         Sobre importâncias temos uma infinidade de possibilidades, que se manifestarão de acordo com valores, tanto externos quanto interiores... Mesmo assim, importante é lembrar que, com o "nosso eu" mais ativo em nós, somos canais de melhores sensações, emoções, ações... - e isso "de repente"!  
            Por outro ângulo, com o tempo, é importante não esquecermos que, afinal, o  viver sempre diferentemente do querer e do planejar fazer, no sentido mais abrangente, não são nada mais nada menos do que falácias, sofismas contra o próprio viver!
Fonte imagem: Google imagens


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...