Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


10/15/2014

O que mata o homem...

"Homem: conheça-te a ti mesmo 
e conhecerás o Universo."
_Sócrates

"Não sabendo que era impossível, foi lá e fez..."
Jean Cocteau

           Enquanto ao homem fecharem as portas do íntimo conhecimento, para que este, simplesmente, siga 'o andar da carruagem', não haverá valores reais e, muito menos, justiça...   Enquanto ao homem for relegado o papel de mero seguidor de normas, sem o real fluir de seu Ser, os infames 'padrões' não só prevalecem, como matam não somente o corpo, mas tentam também matar a essência humana...



"O que mata o homem e seu corpo,
- embora o espírito não morra jamais... - 
são os enganos, as mentiras, os desmandos,
as covardias lícitas que geram o doer na alma;


O que mata o homem e suas esperanças
- de querer ser, viver, construir e prosseguir - 
são as guerras: atitudes canalhas, alimentadas 
não só nos campos de batalhas... 

O que mata o homem, é o que dilacera, 
acelera a perda de sua inocência:
um mundo sem justiça e coerência
e visto como natural, normal... 

O que mata o homem são os roubos, 
a corrupção, e da ganância seus arroubos... 
Encaminhando a sociedade à mendicância 
em seus direitos íntimos e universais.  

O que não só mata como cega o homem, 
são também os insultos e desdém 
das políticas sociais. Gerando descrentes 
e dependentes de venenos de ilusão, 
do que adormeça a mente com paz..." 
(Valéria Milanês)

Fonte imagem: Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...