Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


8/29/2014

Viver e Ser... é mais!


       Os planos que brotam em nosso interior (os chamados sonhos), não são para diversão ou coleção... São para o cumprimento de uma existência, são para o desdobrar e o fluir pleno do coração e sua missão... Esconder-se em hipóteses, ilusões, heróis inventados, assuntos, razões, mediocridades do mundo, não faz-nos diferentes "deste"... 

       Quando viemos ao mundo, viemos por uma seleção de ser e poder (e com a devida capacitação), não importando, realmente, o que colocarão em nossas mentes; não importando quais correntes elegeremos como boa razão para não fazermos o que nos foi comissionado... 
        Muito do que o mundo vive hoje (as atrocidades, as maldades, as prisões...), são reflexos de muitos e muitos que se calam... Calam o coração... Palavras são importantes, mas não são suficientes sem efetiva ação.  Palavra e ação, um binômio inseparável, pois um gera o outro (querendo ou não). Então, o que mais temos visto são as palavras e os atos condizentes com o breu propagado:  a covardia como justificativa; a revolta como motivo para a apatia, sem nenhuma pacífica "rebelião"... 
          Não há esperança? Sejas tu o início desta! Não há verdadeira união? Una-se aos que estão e são! Quer mudanças no mundo? Comece por teu mundo, teu ser, teu coração...  Sem isto, como pode o homem querer um mundo melhor, sem nem conseguir fazer, agir, reagir, primeiramente, em seu interior?
          Vãs filosofias, teorias, constatação de como está a vida... Não geram evolução... Viver e Ser... é Mais!

"Quando olhamos para o mar,
não é à toa nossa sensação de infinitude.
Quando queremos encontrar o mar,
não é coincidência a urgência de sentir-se livre.
Quem nunca ainda viu o mar,
não tem um desejo de ver algo somente...
Anseia encontrar o que mais perto 
se aproxima de sua essência de ser..."
(Valéria Milanês)
Fonte da imagem: Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...