Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


7/29/2014

Sonhar é a certeza de poder realizar!


"Não tenho certeza de nada, 
mas a visão das estrelas me faz sonhar."
_Van Gogh

Não ter certeza de nada, não é não saber o que quer...
      Não é viver de incertezas... 

           Esse verso é sempre muito incompreendido, devido essas confusas interpretações. Na verdade, não ter certeza de nada é não saber o que virá, mas estar aberto, permitir ampliar a visão sempre com as situações, mudanças, andanças e lições que vierem...
             A experiência de viver é muito mais do que a experiência vivida, do que já se foi 'absorvido ou catalogado'... A limitação não nos sobrevém somente por intermédio de questões do mundo, da sociedade, instala-se por meio de nossa concordância, nossa certeza na mente de que já sabemos, vivemos tudo sobre algo ou, até mesmo, as vivências acerca da vida, de forma absoluta.  E então nos fechamos ou fechamos a porta das possibilidades. Mas, Viver é mais... 
                    Ao olharmos as estrelas, podemos não só notarmos a imensidão azul do céu e toda a sua luz, bem como a enormidade da qual fazemos parte... Somos e podemos sempre mais! 
                     Ao sonharmos, libertamos um poder em nós... a certeza de que podemos realizar. Entretanto, as realizações só serão reais, se reais forem as inclinações, visões e as ações para alcançar... 
            Sonhe! Realize... reaprendendo com a intuição e com o coração... Sempre! 

Fonte vídeo: Os donos do futuro -  Roberto Shinyashiki

Fonte imagem: Google imagens

7/09/2014

Para mudar... Para um Brasil melhor!


           Já diziam os avós: "Lição, correção se toma em casa..." e como essa expressão tomou corpo e muito mais sentido ao constatarmos o resultado do jogo Brasil e Alemanha... Na "Copa das Copas", em Casa...

             Reconheçamos: O placar (7 a 1 para a Alemanha) foi o reflexo de tudo o que é empurrado para debaixo do tapete no Brasil, inclusive na Seleção de Futebol,  desde sempre... Dizer que quem perdeu o jogo foram os jogadores em campo, ou a 'falta de pernas' destes, é simplificar, e continuar a não querer enxergar;  é continuar o "não-querer fazer a limpeza";  continuar a não olhar o tapete... Pois, essa derrota descomunal do Brasil  (e não é de hoje ou do fatídico dia 08 de julho de 2014), vem sendo escrita, plantada, 'construída' por um grupo que reúne jogadores de forma 'capenga', sem seriedade, sem real planejamento. Fazendo uma colcha de retalhos da noite para o dia, e ainda continua a 'costurá-la' como se 'ela não fosse mesmo para ser usada, não fosse para aquecer'...  Tudo muito envolvido em uma dinâmica milionária - com total controle daqueles que nem futebol jogam - e sem treinos. 
           Temos, portanto... Uma reunião com as mesmas características de quase tudo na nossa Pátria Amada: só para "inglês ver"!  Que se ampara, se justifica  na sorte, pela bola na trave, por um jogador que desequilibra, pela raça individual de alguém que brilha (dando margem a um endeusamento e impondo responsabilidades irreais), e participação de uma Torcida Apaixonada... Vem, então, em decorrência de muito mais do que falta de futebol em campo... E sim, da mente, do comportamento e da falta de visão plantada, de uma forma geral, na mente dos brasileiros...    
Fonte imagem: site http://wallwallhd.com/widehd/my-brasil-eyes-hd-wallpaper.html
                  ACORDA, BRASIL! Uma vitória não se constrói 'só no querer' colocar o "amor nas chuteiras"... Pois, o querer  somente não basta. É o início, mas BUSCAR FAZER o melhor, é o meio... E não, não adianta... Não basta colocar a nova geração (influenciar as crianças) para se encantar pelo futebol, sem ensinar (DAR O EXEMPLO!) que só alcança, aquele que se prepara 
- isto para tudo na vida... Aquele que não só quer, mas faz acontecer...
       Realmente uma dor no peito tamanha:  não é a perda de um Campeonato (para o povo brasileiro não acrescenta nada 'em seus bolsos' - olhando em números, então, até retira... uma fatia da educação etc.), mas pela vergonha de como tudo é feito... Um amadorismo sem par, mas não para quem lucra com tudo isso...  E não com relação aos jogadores, especificamente - que também desconhecem e muito o quanto podem ser mais! Muitas das vezes têm seus talentos influenciados de forma errada... Só para dar lucros; 'comprados' por aqueles que vendem ilusões.  E tudo isso, sim, se soma ao rol do que é absurdo, mal administrado (e acaba por se tornar medíocre) em quase todas as esferas administrativas no País.  Conhecido, infelizmente ainda, pelo o País do Jeitinho.  E por quê? O País que conta com a sorte... Na vida, no esporte... Enquanto ninguém precisa realmente se comprometer, ou seja: querer algo, sim, e também QUERER FAZER o melhor...! 
         Parabéns aos alemães! Não somente pelo belo futebol em si... Mas, por mostrar - com sua disciplina, rotina de treinos etc. - o que é universal... Portanto... É de todo lugar. Não se podendo impedir ou negar: Quem plantar, semear o certo, o certo colherá. Mas, Quem não ara a sua terra, não faz a sua parte ou o errado faz na sua semeadura... Pode até ter a sorte de algo brotar, mas se não houver sorte... O errado plantado é o que será...!  __P.S:  Caro Ozil (jogador alemão que postou mensagem de carinho aos Brasileiros): Agradecemos o carinho... Esse placar/esse jogo não destruirá nosso orgulho... Mas, também, nos ensinará as razões que temos ou não para nos orgulharmos...
         Infelizmente, ainda, isso não é ensinado aos nossos... Com relação às verdades que temos que aprender. Apenas superficialidades são levadas às últimas consequências da informação ou manipulação (seja por oportunistas, maus políticos, ou por marqueteiros..). E o Povo Brasileiro necessita perceber, conhecer muito, muito mais... Ao invés dessa enganação plantada... Por exemplo: de que todos "seremos vencedores se ganharmos a Copa". Pois, a verdade é outra: todos sentiríamos orgulho do trabalho apresentado pelos nossos jogadores se ganhássemos inclusive a Copa! Pois, nos falta ganhar muito mais. Com seriedade, verdade! Na vida real, na vida vivida nossa de cada dia... Aquela que ninguém pode viver por nós, ou mostrar vitória por nós... Mas, nós, somente nós, temos de construir, caminhar... até chegar!
        
"Como cidadã, vejo e me entristeço 
      com as lágrimas do meu povo...  
       Como poeta, choro com cada um deles...  
 Sabendo que, apesar da grande dor, 
essas lágrimas são necessárias para o brotar 
da semente da lição plantada... 
por um Brasil Melhor!
(Valéria Milanês)
Fonte imagem: facebook.com/itaportugal

Fonte imagem: Google Imagens

      

7/02/2014

A jaula em nós

"Meu corpo é uma jaula 
Que me impede de dançar com quem eu amo 
Mas minha mente segura a chave 
Estou aqui sobre o palco 
De medo e de dúvidas internas 
É uma peça horrível, 
Mas eles aplaudirão de qualquer maneira" 
___ tradução livre de trecho da música: My body is a cage, de Arcade Fire

                    Quantas vezes nos sentimos assim... em uma jaula?! Essa 'jaula' das coisas e atos que os outros querem que façamos, e passamos a acreditar que vem de nós mesmos; a prisão que, mesmo sem percebermos, nos colocamos... E por quê?  Nos colocamos, pois, aceitamos... Aceitamos ver o mundo pelos olhos dos outros, aceitamos que nos digam quem somos, aceitamos viver pelo o que é conveniente... Para a sociedade, o ego, a vaidade - esquecendo que tudo isso são fatores externos, que em nada lembram quem realmente somos: Mais, Muito mais!

           Com isso, vem também o resultado, o fruto: nos sentimos incompletos, insanos, angustiados, perdidos e nos perdendo... Nos machucando... E esse agir torna-se 'o ideal para se viver'... Ideal para quem não está na nossa pele, não sente as nossas dores...  Quem só nos vislumbra, mas não nos vê!  E a parceria que mais nos faz companhia pode ser definida, para toda uma vida, em uma frase: "Vamos levando...!"  Sem querermos ver que isso não é lema, não é fase... é covardia! Covardia para tentar, para refazer, para se doar; covardia para amar; covardia para enxergar, retomar, continuar... 
         Usando a 'máscara apertada e invisível do calabouço", batemos no peito e dizemos no dia a dia: "Que nada! Sou rebelde, Sou livre! Sou dono da minha vida, dono dos meus passos!" Mas o que refletimos de fato são os rastros de quem já passou por nossa vida, e de outros que, também não nós viu, nos feriu... Vivemos os outros, e não Nós mesmos... E ainda queremos ser compreendidos, aguardados... Queremos ser com devoção tratados, quando nós mesmos não fazemos isso a nós próprios... Esperamos dos outros o que deveria começar (se libertar) dentro de nós...! Pois, NÓS SOMOS A CHAVE!
         
A prisão começa na mente - com os traumas que passamos e os abraçamos; com as 'decisões definitivas' que tomamos; com as ciências questionáveis - que tentam nos definir - e são meras rotulações, sempre superadas/reformuladas por novas tecnologias;  as experiências que temos sobre algo e com elas o resto comparamos... -,   transpassa a alma e busca alcançar, algemar o coração. Mas este não se rende, mesmo algemado... Pois, é fiel à nossa missão... Sempre!  E vivo, mesmo apanhando, continua a falar... A sentir e querendo sonhar...      
          Mas... O que fazer com o quê nosso coração (aquele que realmente sente as dores, que chora, que é, dia após dia, sacrificado...) clama?  - OUSA! SEJA! AMA!  Ouça-o! Constrói, reconstrói! Liberta-o, retira tudo o que tenta fazê-lo cativo... Recria-te! Materializa o que sonha! Aja e reaja com as asas da sua fantasia, da sua imaginação, que ainda brincam em seu interior...          
              Isso é o que espera o nosso coração... Que libertemos o nosso espírito, a nossa energia... Esperando nos levar aos caminhos que sempre estiveram em nós: paz, esperança, fé, perseverança e amor! Rumo ao real trilhar, expressar de nosso ser; sendo estes ajudadores na nossa jornada...  
           Surpreenda a você mesmo... Olhe-se no espelho demoradamente... e queira ver onde a si mesmo está se boicotando... Seja por através da distração (que nada mais é do que o selecionar do que quer ver); seja pelo egoísmo (que é a vontade à vontade de só nos seus direitos crer); seja pela 'firmeza de decisão' (aquela adotada como 'lei' - que é um esconderijo para guardar o sentir e o querer como se não devessem existir), e verá refletido o que não é surpresa:  perceber o que realmente tenta esconder... O porquê de, mesmo cercado de gente, o seu coração estar sozinho, longe de você... 
         Perceberá também onde foi que guardou... A CHAVE!  Chave que abre não a porta do seu coração (que sempre foi e será livre), mas da sua visão...! E então, claro!, verá que o mundo não é 'um mar de rosas', mas lembrará que ninguém pode fazer o que está destinado a você, e que a única real obrigação da sua vida é... VIVER! E que tudo, tudo na nossa vida (em todas as áreas) só é verdadeiramente bom se nos transforma no melhor que podemos ser...
          Vai! Siga seu coração. Viva seus sonhos e não tenha medo das mudanças... Seja participante delas em direção a você mesmo... e com suas realizações, Sê feliz!


"A vida não é um conto de fadas,
nem se aproxima dos contos da vida de alguém...
Viver é algo que vai mais além.
O que o nosso coração 
sempre quererá nos mostrar
não está relacionado com uma explicação,
ou uma fórmula mágica para vivenciar...
Mas com o mistério de sermos corpo, 
alma e, principalmente, imensidão.
(Valéria Milanês)

"Desistir de tentar é pior do que não conseguir..." 

---------------------------
Fonte imagens: Google Imagens
(*) Link da música - https://www.youtube.com/watch?v=nhhZdune_5Q&feature=kp
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...