Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


1/29/2014

Teoria do Amor II



    "Há vários motivos 
para odiar uma pessoa, 
e um só para amá-la; 
este prevalece."
   __Carlos Drummond de Andrade


    Sempre foi um mistério o poder que o Amor exerce sobre as pessoas, e o porquê desse seu grande poder... Ainda milhares e milhares de anos depois, ainda milhares de escritos e reflexões depois, continua seu mistério, seu encanto, sua luz indecifrável...




    Talvez ao ser humano não tenha sido dado o dom, a capacidade de defini-lo, decifrá-lo; talvez ao homem não tenha sido dado o poder de entendê-lo... É ele quem nos entende... Talvez!  Talvez ele, o Amor, seja para nos fazer evoluir, evidenciar o fundamental em nós... Talvez seja uma "terceira visão" que, assim como a dos sentidos, nos capacita a ver o mundo melhor;  sendo que o mundo que vemos com Ele é o que não se vê com olhos humanos, nem com a 'luz desse mundo'... 

       Talvez seja ele nossa real ligação com a nossa origem, nossa ligação com o Criador, e seja como Ele, o Criador, nos vê... Talvez, talvez e talvez... Essa é a palavra mais próxima que conseguimos acompanhar os porquês, os motivos do Amor... Amor não só romântico. Amor pleno, Amor pela família, Amor pelos animais...

       Bem é verdade que amar as pessoas, seja um mistério parecido com o tamanho do universo, pois qual o motivo lógico de nos encantarmos por alguém? Qual o motivo real de amarmos alguém? Muitas das vezes, temos mais motivos reais e lógicos para não fazê-lo... Mas, isso não torna-se suficiente, nem mesmo convincente... Ficando a controvérsia e a luta desigual entre a razão e o coração... 

      E... talvez, seja essa a grande real e benigna conspiração: não podemos viver incompletos com relação a  nós mesmos, com definitivos sim e não.  Temos uma Alma complexamente completa (e vice-versa!), que não comporta, portanto,  ser, viver e sentir apenas com algo de simples definição... Sendo o Amor esse lembrete para viver:  podemos ver mais, muito mais e somos mais, muito mais do que tentam nos fazer ser...

     Em tudo, contudo, existe uma certeza, mesmo havendo contrárias opiniões:  Não, o Amor não é uma flor roxa, e sim uma flor multicor a colorir e florir o homem e suas emoções...!



"Indomável, a força do Amor... 
Força ágape sobre as outras coisas, 
sentimentos, fatos e momentos...
Incomparável, a energia do Amor... 
Que faz bem e querer bem, 
mesmo quando tudo o mais diz que não... 
Incontrolável e desafiador o fluir do Amor... 
não pedindo licença, 
não aceita receitas, 
ciências ou argumentos;  
só os do coração... 
Imutável e misteriosa é a luz do Amor... 
Transcendendo toda e qualquer escuridão, 
resgatando o homem de sua prisão..."
(Valéria Milanês)

Fonte imagem: Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...