Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


11/22/2013

Ontem, hoje e sempre... Poesia!


"O poeta se faz vidente por um longo, imenso, e racional desregramento de todos os sentidos. Todas as formas de amor, de sofrimento, de loucura, ele procura a si mesmo, ele esgota nele todos os venenos, para guardar apenas a quintessência. Inefável tortura na qual tem necessidade de toda fé, de toda força sobre-humana, onde ele se torna, entre todos, o grande doente, o grande criminoso, o grande maldito – e o Supremo Sábio! – Pois ele chegou ao Desconhecido."
 __Arthur Rimbaud


     Inegavelmente, nos tempos atuais a Poesia tem sido vista (mal vista, porque não dizer) como algo 'sentimentaloide', sem importância ativa na vida do Homem e, até mesmo, como 'Arte Morta'... A percebem, sem realmente percebê-la... 

      Sem entrar no mérito da definição acadêmica (dicionários cumprem bem sua função), a Poesia - que não é maior ou menor do que tudo o que importa no mundo - além de ser uma Arte, que expressa, hoje mais por através da escrita, da música, os moveres de ser e do sentir humanos, é um espírito vivo que viaja por entre todas as dimensões e paira no ar... Capacidade que se abriga no âmago de seus escolhidos, para fazer morada, germinar e florescer sua revelação.  E estes, os Poetas, a recebem em forma de Luz, chamada de Inspiração...
        Assim, como existem talentos sem explicação, apenas entendemos que talentos são, de todos os 'tipos e cores', como os de:  Cantor, Pintor, Ator, Arquiteto, Administrador, Mestre-de-Obras e milhares mais de profissões e vocações, o Poeta é alguém vocacionado também. Vocacionado a sentir, a buscar, a visionar e refletir os mistérios da existência, do ser, do viver... Essa busca, que começa dentro dele mesmo e só tem fim no tempo de partir, é uma jornada rumo a abrigar, decifrar e expor as dores, os quereres, os desejos, enfim, os mistérios, os esconderijos da Alma Humana e tudo o que a influencia.

        Existem os adeptos da Poesia, e os Poetas de todo o tipo, de toda estirpe, e a partir daí começam confundir a Poesia como algo que só expressa o Amor e romantismo; ou que não é algo do tempo atual, ou que só serve para o 'Sonhador' etc. e tal. Isso também acontece porque a Poesia está e sempre esteve em tudo, a esquadrinhar cada espírito que se move... É uma Luz que busca não nos definir, mas nos fazer encontrar... Não só a nós mesmos, bem como tudo o que está à nossa volta; entender toda pequenez e toda grandeza, todo tipo vivente, todo o mal e toda beleza...

          Viver sempre foi um enigma insondável, que cientistas, por vocação, tentam explicar, registrar, decifrar ao longo da existência humana de todas as eras, e o Poeta é aquele que vaga a perspirar as vibrações de todas estas mesmas gerações, ao longo desta mesma existência, à luz da percepção e do coração.  

           A Poesia sempre fará parte da vida humana, enquanto os homens humanos forem, e quem não consegue perceber toda essa Luz que conosco está, é porque em algum momento de sua vida se perdeu, adormeceu no sentir e deixou de ser, para somente existir.   Assim como as demais Artes, Talentos e Vocações, a Poesia é também instrumento a nos auxiliar a evoluir... A c o r d a i !


"Ah... Geração dormente...
Estás a destruir e destruir
tua própria essência
Por abrigares em si a descrença,
Matando tua própria existência,
Ao cultuares a ti mesmo...

Ah... Geração descrente!
Não percebes: não podes cultuar
O desconhecido que cultivas,
Pois não o conheces...
Pensas que estás a dominar
o tempo e a hora,
Enquanto o teu próprio
desconhecido íntimo
é quem vos devora..."
                              (Valéria Milanês)

----------------------------------------------

Fonte imagem: Google imagens

A Fonte...


"O Amor 
é uma fonte inesgotável de reflexão, 
profunda como a eternidade,  
alta como o céu, 
vasta como o universo."

                                                                            __Alfred de Vigny


---------------------------------------------------

Fonte imagem: pinterest.com

11/20/2013

Sem medos... Nem do Bem nem do mal...



   "O nosso destino não está escrito 
nas estrelas, mas em nós mesmos."
                                                           __William Shakespeare


 Parece controverso, mas para muitos o medo não existe só no que diz respeito 'ao mal', há muitos reagindo ao Bem como se o mal fosse... Reagindo ('tendo reflexos'), também com relação ao Bem que lhe é feito... Assim, quando o Bem tão ansiado irá vigorar?! Está nas mãos de cada um de nós refletir (no sentido de reflexão íntima) e o mudar o que se quer deixar de propagar...   
       
     Sim, vivemos em um mundo onde as pessoas estão a se defender de tudo e de todos, sem nem enxergar (que é diferente de olhar) realmente contra quem está reagindo; apenas reagem... E reagem no mal sentido da palavra reagir.  Permitindo que o mesmo mal detestado seja propagado por quem o detesta... Círculo vicioso sem fim...!
    Embora vivamos em um mundo cada vez mais mau (por que será, hein?!), já não estamos mais no tempo de viver no literal ou no 'automático', ou seja, segundo medos e reflexos de experiências negativas passadas... O tempo de agora é um tempo de chamado a Sentir, e deixar fluir o bom e o bem que ainda existe em cada ser. Pois, se muitos no reflexo, na defensiva sobre tudo ao seu redor, agem assim por tudo o que passou, por que esse reflexo só vem negativamente, quando, às vezes, o que está sendo feito é um bem, um carinho; uma gentileza...? Resposta que nem precisa de 'ajuda dos universitários': Medo! Até mesmo do Bem...

     O fato de termos sofrido um dano, seja em que área for, não nos dá o 'direito de matar' o Bem que existe em nós e em outros seres (em menor ou maior proporção)... Ter sofrido um mal, nos traz experiências para motivo de desconfianças e até preocupações? SIM! Mas, não pode e não deve fazer morrer o que há de puro, singelo em nós... A ponto de tentarmos matar isso em outros seres que conosco estão ou estarão a conviver, pois além de não ser justo, é um caminho sem volta para alimentar e alimentar o mal dentro de nós!   Até quando uns vão pagar pelo mal que não fizeram? Até quando só o reflexo será motivo e justificativa para o constante mover negativo entre os seres na Terra? Foi para isso que viemos, para isso estamos aqui, para andar na contra mão da evolução espiritual, psicológica e emocional? Não! O Bem deve ser propagado muito mais até do que o mal que observamos, pois é ele quem constrói ou reconstrói, enquanto o mal só subjulga e destrói...

  Logicamente que não estou a propor que se coloque uma "placa de otário" na testa e saiamos pela rua deixando-nos bater e abater, estou falando de ações e reações benéficas para com aquele que lhe faz um Bem. Sobre vencer O medo de ser bom! 

       Se alguém lhe fez um mal, larga ele, despreza-o, deixa-o com sua maldade, mostrando-lhe qual a consequência do mal etc. Para que reflita, pense, evolua e encontre o Bem dentro de si e viva, inclusive, as consequências de seu mal... Porém, se alguém lhe faz um Bem, por que enxergá-lo e tratá-lo como quem foi este que lhe fez um mal?  Isto é um ato de quem não superou e nem resolveu o fato com o causador do mal sofrido; vive com medo até do Bem e, lamentavelmente, vive a propagar o mal que tanto condena... Despertando, muitas das vezes,  consequentemente, o mal que também está em outrem... Círculo sem um fim.

    Temos mente para pensar, coração para sentir e um espírito a evoluir, e se tornou inadmissível, não crível, com tanta informação, com tanta 'revolução', viver por viver, e só reagir por reagir... 

   O Bem e o mal estão em nós, mas o medo é fator externo e sem valor, que devemos repudiar, e decidirmos o caminho que queremos seguir e com quem queremos caminhar... Em quem podemos confiar!  Sendo certo que não estamos sós, possuindo uma Luz Bendita a nos guiar, a mesma que nos trouxe à Terra... E dar lugar à esta é uma decisão que começa em nós...


"Reaja e deixe a tua Luz mostrar
Na tua vida a força e o poder
que o Bem tem...
Permita-se ser aquele que é conduzido
por tua própria intuição
e por teu próprio coração..."                     

                                    (Valéria Milanês)

-------------------------------------------------------

Fonte imagens: Google imagens

11/12/2013

Série: #Natureza


            "Look deep into nature, 
    and then you will understand 
             everything better."
                              _Albert Einstein


------------------------------------------------------------------------------

Fonte imagem:  http://www.pinterest.com

"Desvenda-me"

Série: #Poesia em Destaque
  Poeta homenageada: _Lenya Terra*
            

DESVENDA-ME® 
               (Lenya Terra®)
Não venha me falar de razão,
Não me cobre lógica, 


Não me peça coerência, 
Eu sou pura emoção. 
Tenho razões e motivações próprias, 
Sou movido por paixão, 
Essa é minha religião e minha ciência. 
Não meça meus sentimentos, 
Nem tente compará-los a nada, 
Deles sei eu, 
Eu e meus fantasmas, 
Eu e meus medos, 
Eu e minha alma. 
Sua incerteza me fere, 
Mas não me mata. 
Suas dúvidas me açoitam, 
Mas não deixam cicatrizes.


Não me fale de nuvens, 

Eu sou Sol e Lua, 
Não conte as poças, 
Eu sou mar, 
Profundo, intenso, passional. 
Não exija prazos e datas, 
Eu sou eterno e atemporal. 
Não imponha condições, 
Eu sou absolutamente incondicional. 
Não espere explicações, 
Não as tenho, apenas aconteço, 
Sem hora, local ou ordem. 
Vivo em cada molécula, 
Sou o todo e sou uno, 
Você não me vê, 
Mas me sente. 
Estou tanto na sua solidão, 
Quanto no Teu sorriso. 
Vive-se por mim, 
Morre-se por mim, 
Sobrevive-se sem mim. 
Eu sou começo e fim, 
E todo o meio.


Sou seu objetivo, 

Sua razão que a razão 
Ignora e desconhece. 
Tenho milhões de definições, 
Todas certas, 
Todas imperfeitas, 
Todas lógicas apenas 
Em motivações pessoais, 
Todas corretas, Todas erradas. 
Sou tudo, 
Sem mim, tudo é nada. 
Sou amanhecer, 
Sou Fênix, 
Renasço das cinzas, 
Sei quando tenho que morrer, 
Sei que sempre irei renascer. 
Mudo a protagonista, 
Nunca a história. 
Mudo de cenário, 
Mas não de roteiro. 
Sou música, 
Ecôo, reverbero, sacudo. 
Sou fogo, 
Queimo, destruo, incinero. 
Sou água, 
Afogo, inundo, invado. 
Sou tempo, 
Sem medidas, sem marcações. 
Sou clima, 
Proporcional a minha fase. 
Sou vento, 
Arrasto, balanço, carrego. 
Sou furacão, 
Destruo, devasto, arraso. 
Mas também sou cimento, sou tijolo, 
Construo, recomeço... 
Sou cada estação, 
No seu apogeu e glória. 
Sou seu problema 
E sua solução. 
Sou seu veneno 
E seu antídoto 
Sou sua memória 
E seu esquecimento. 
Eu sou seu reino, seu altar 
E seu trono. 
Sou sua prisão, 
Sou seu abandono e 
Sou sua liberdade.


Sua luz, 

Sua escuridão 
E seu desejo de ambas, 
Velo seu sono... 
Poderia continuar me descrevendo 
Mas já te dei uma idéia do que sou. 
Muito prazer, tenho vários nomes, 
Mas aqui, na sua terra, 
Chamam-me de AMOR.
--------------------------------------------------------
* Conheça mais sobre Lenya Terra e suas obras:
http://www.joaquimevonio.com/espaco/lenya_terra/lenyaterra.html


"Que o Homem conheça mais de si,

seus sentimentos e os seus... 
Por através de escritos,
iluminadas inspirações e Deus.
Sempre haverá luz aos corações
Daqueles que buscam íntima revelação,
e do mundo melhor compreensão..."
                            (Valéria Milanês)

Fonte imagem: Google imagens

11/03/2013

TEMPOS MODERNOS II



“Eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse
 nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas”
                          __Albert Einstein


     Há tempos, desde o início do ano, piadas e matérias com conteúdo propositalmente exagerado - mas, não fora da nossa realidade, infelizmente (vide o link da matéria de Ancelmo Góis abaixo) - vêm chamando a atenção para a citação acima, atribuída a Albert Einstein. 

        Com certeza, a tecnologia proporcionando o maior acesso à informação e facilidade de comunicação 'com o mundo', é importantíssima e apaixonante, sobretudo para aqueles que seriamente precisam dela... Contudo, onde não há sabedoria, discernimento e propósito verdadeiro de algo para ‘se ter nas mãos', torna-se superficial (ou torna-nos superficiais); sem o efeito real que deveria proporcionar, excluindo sutilmente a maior obrigação do ser humano: atentar para o seu próximo!  Atentar para aquele que está ao seu lado ou precisa de você;  para aquele que convive com sua realidade e faz a sua vida mais completa: seja o pai, a mãe, a esposa, o marido, os filhos, o amigo... E negligenciar isso é um erro colossal, que há de custar caro à alma humana...  
        Vilipendiar valores reais por valores virtuais, não gera crescimento, ao contrário: gera uma ‘geração robotizada’, pouco atenta às coisas à sua volta, ao sentimento alheio, gerando o total descaso e irresponsabilidade com relação a tudo que a cerca, até mesmo com as mínimas obrigações diárias, inclusive - como se isso fosse bom...
       Por que será que é muito interessante os relacionamentos serem pautados pela tecnologia (pelo virtual)? Pelo simples fato de que não precisam comprometer-se com nada e nem realmente sentir algo verdadeiro... Basta a ilusão! Para demonstrar que gosta, basta 'curtir'! Para demonstrar amor, basta 'um coração <3' !  Ou seja, símbolos são suficientes. Mas... e o interesse em ser (na medida do possível) parte atuante na construção da felicidade daquela vida, será que tem? 
    Muitas reclamações existem hoje em dia sobre as pessoas e sua conduta social, como: o 'profissional de hoje em dia não é como antigamente' ou 'as pessoas estão mais duras, bruscas e sem coração', ou ainda: 'meu filho não quer saber de nada, e nem tem planos para o futuro'... Uma palavra define a questão: Desapego!  Isso mesmo: Indiferença... sobre tudo e todos!
   Atitude comum não somente entre os adolescentes, não... Também entre seres hipnotizados, manipulados e acovardados (pais de família, inclusive), que estão largando seus à fazeres, suas vidas - pois, identificam que o mundo tem que lhe servir, cumprindo Suas obrigações - enquanto são "vencedores nos jogos online" e a vida real virando um caos de derrota: casamentos desfeitos; filhos sem atenção e sem educação; qualidade profissional precária 'ao cubo' e, conseqüente, desemprego por negligência... E ainda, os empregados atuando com total incompetência...  Enfim, muitos necessitando (e já fazendo!) de tratamento para 'voltar a ser gente'...   Então, perguntas ficam no ar: - É isso que a humanidade precisa: Robôs Humanos? - A quem interessa a existência desses "Seres"?
         É preciso urgência para entender que cada um,  dentro de seu círculo social, precisa acordar, reavaliar e perceber que a tecnologia deve ajudar e não destruir o que faz o homem ser humano, ou seja: o sentir e o poder de criar!
         Não reconhecer a importância da tecnologia nos dias atuais é andar na contra-mão do mundo... Porém, aqueles que não captarem a verdade sobre equilíbrio e responsabilidade, que devem fazer parte de cada vida sempre (e não repassarem como algo urgente), a caminhada também não será satisfatória; mais do que ilusória, será uma triste humana condição rumo à bestialidade... Pois, de ré caminhará sem volta a humanidade...!
------------------------------------------------------
* Matéria circula por emails de alunos da Universidade de Harvard, nos EUA, a seguinte piada de internet:  "O dia que Albert Einstein temia finalmente chegou" - http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/posts/2013/01/29/o-dia-que-einstein-temia-chegou-484313.asp)"
                                                          
"Se o mundo pudesse ver,
sentir e entender
o quão está absorto,
controlado,
em nada mergulhado...
Não permitiria, não toleraria 
o pseudo-hightech a defini-lo;
Não daria excesso de poder
ao desenfreado consumismo,
Lutaria contra o egoísmo
E olharia para dentro de si
e para a luz,
que aos poucos sucumbe... 
                                              (Valéria Milanês)  


__________________________________________
Fonte imagens: Google Imagens 

11/01/2013

O Sonho e a Ilusão


   "Sonhar é acordar-se para dentro." 
                                 __Mário Quintana

     Muitas vezes, confunde-se sonho com ilusão e vice-versa.  Quando olham alguém que admite que 'sonha sempre', logo, pejorativamente, o classificam como  'o sonhador', aquele que vive no 'mundo da lua', fora da realidade etc.  O que é uma lástima, pois sonhar é necessário a todo ser humano. Quem não consegue alcançar a magnitude desta característica importante para viver, a confunde com 'viver de ilusão', o que é, na prática, bem diferente.

     Sonhar com um mundo melhor, uma vida melhor, com novas e boas emoções e situações... é sentir-se vivo, parte atuante e transformadora da sua própria existência e do mundo onde vive... A capacidade de sonhar é uma dádiva de Deus, exercida por através da fé e alimentada pela esperança!
     Existem sim, muitos vivendo fora da sua própria realidade ou da realidade que poderiam ter;  entretanto, estes não são outra coisa senão: os que vivem a se iludirem!  Por exemplo, achar que você pode, ao longo dos anos, da convivência, mudar alguém;  ou, ainda, que determinada situação se modificará pelo simples fato de você esperar que mude... Isto é viver de ilusão!  Não existe fórmula mágica para mudanças, senão aquela que você começa por você mesmo e por através de você!  Eis a grande diferença entre um sonhador e aquele que se ilude...
   Um sonhador é um inconformado com o que vê, perspira algo novo (inclusive nele mesmo); algo que pode ser diferente, para melhor, e busca realizar... Já o iludido, até sabe que algo pode estar ruim, e que pode melhorar, mas, espera sempre em outrem a atitude para começar a melhoria (ou culpa o outro porque não houve mudanças) -  ou, então,  coloca a responsabilidade para o 'tempo transformar'...  Além da ilusão, os iludidos, acompanhados também estão de: medo, comodismo e covardia... Pois, a ilusão não anda sozinha, mas acompanhada de fatores e sentimentos que nunca permitirão o afetado pela ilusão sair do lugar... 
   Outros confundem o sonhar com outro 'tipo de ilusão', onde tudo está no campo da imaginação do incrível, fantástico e extraordinário, e sem haver nenhuma hipótese de ser real;  deixando à margem o que é crível e à mão de ser feito.  Então nem é ilusão, na verdade, e sim, completa alienação da realidade; mais que uma fantasia, chama-se... utopia!  Que até ajuda alguns a caminhar, mesmo sem ter aonde chegar...
    Sonhar é mais do que querer somente, é ir à luta e fazer! O que envolve saber o que quer e, inclusive, o que é preciso deixar de querer, para dar lugar a um novo querer, se o anterior for um mal querer... É o perceber que não viemos ao mundo à passeio, que temos o poder de transformar, inclusive a nós mesmos, em algo melhor a cada dia, e que não somos apenas interligados de forma naturalmente negativa a outro ser (interligação que nos trava ou nos derrota); é também entender que é preciso buscar para si a responsabilidade do que é preciso viver, realizar, contribuir para a sua vida ser melhor, e, consequentemente, modificar o que está à sua volta, melhorar onde quer que vá... Tomar iniciativa de escolhas íntimas e atitudes que transformem o que aí está, ou que não se repitam situações que causaram mal-estar; é ser personagem principal e transformador em um mundo em que não somos nem vítima, nem inércia, senão por nossas próprias decisões, escolhas e suas consequências.
      Situações imponderáveis também existem, claro! Mas, o se permitir observar, inclusive, o lado positivo que há na vida e vislumbrar ser feliz nas questões do dia a dia, por através do que você pode e deve materializar, é a mais importante contribuição que você pode dar a si mesmo e  àqueles que necessitam do seu despertar! Mais que um desafio, é uma obrigação de ser e existir... Isto é evoluir!
  Evolução que começa pelo abandono do que é impossível (que só é impossível por 'estar nas mãos de outro', lugar que não se pode alcançar)  e o início do seu próprio ato:  acordar-se para criar, visualizar intimamente tudo o que lhe é possível fazer e concretizar... Esse começo ou recomeço, que começa na Alma, não tem outro nome, senão... Sonhar!

"Se quiseres acordar toda a humanidade, 
então acorda-te a ti mesmo, 
se quiseres eliminar o sofrimento no mundo,
então elimina a escuridão e negativismo em ti próprio. Na verdade, a maior dádiva que podes dar ao mundo 
é aquela da tua própria auto-transformação."
                          __Lao Tzu
---------------------------------------------------
Fonte imagens: Google imagens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...