Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


6/13/2013

Dúvidas desencontradas

Há momentos que te chamo,
Porque Minh'alma grita, 
Se agita e dói enormemente.
Há momentos que não te chamo,
Para ver como a sua reage 
E o que realmente sente...
Há momentos que te preciso tanto, tanto
Que essa conexão nem tem mais nome.
Quando você simplesmente some,
Ficam as dúvidas, a agonia e o pranto... 
A incógnita se há nisso tudo alguma sanidade.

Quando a hesitação povoa um ser, 
Seria uma forma de autopreservação? 
A paz de outrora é melhor do que esse doer?
Lembranças dos desencontros, das incertezas...
Tomam corpo para o que talvez não se queira ver...
O que realmente existe?
Ou é só um quem insiste na utopia?
Apenas confortando uma alma, 
Enquanto se ilude que no sofrer há beleza?

Sonho de dois é realidade, já dizia o poeta. 
Mas e de um só, o que seria?
Um poeta sabe viver com a verdade 
Ou ele é quem atrai a fantasia?
Pobre coração... Nem as dúvidas 
São maiores que seus anseios e devaneios...
                                                                                               (Valéria Milanês)
                                                                                                                                                                                                                              Fonte Imagem: Google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...