Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


8/07/2011

QUEM EU SOU...

QUEM EU SOU...

QUEM EU SOU...*
      
 Eu sou...
Aquele que possui alma de Poeta
Minhas palavras são setas,
Que invadem corações...
Sou, também, um ser que abriga em si,
Alma de Profeta
Minhas visões sensíveis e certas,
Enxergam sentimentos de multidões...

Eu sou...
Alguém que tem uma luz,
Que sobre mim reluz e me conduz,
Chamada INSPIRAÇÃO.
Eleva-me a perceber que há mais coisas
Do que o sim e o frio não,
Viajar nas entrelinhas da Poesia e da Canção...

Ninguém a escolhe
Não é de um alguém
Mas ela me tem
Por mais que tentem roubá-la,
Driblá-la ou dar-me um réquiem,
É CHAMA DIVINA...
Quem pode apagá-la?
Aqui na Terra, ninguém!

Eu sou...
A palavra que diz o que muitos querem dizer
E o que outro, jamais falou.
Um trovador... Eu também sou!
Apesar das agruras da vida,
Encontro sempre um novo ponto de partida,
Para fazer tudo com sensibilidade e amor.

Eu sou um andarilho...
Um estribilho repleto de emoções
Que percorre as vielas, os guetos...
Faz duetos com a boemia da Lapa e suas paixões.
Em meio às fantasias e andanças...
Vejo em tudo a esperança.

Pois, a Chama que me ilumina, me ensina
A ver beleza, clareza além da dor
Porque, graças a Deus,
Eu sou... Um Escritor.!
Porque, graças a Deus,
Eu sou... Um Compositor!
(Valéria Milanês)
------------------------------------------------------------------------
 >>>Série Biografias
>>>Créditos: 
* Poesia: "Quem Eu sou..." - Ano 2002
*Postagem autorizada pela autora Valéria Milanês
Foto/imagem: Nuno Rebelo by Walldesk.net

8/01/2011

VICISSITUDES...

VICISSITUDES

Quando escrevo sobre as vicissitudes da vida
E as complexidades que assolam o ser humano
Não estou apoiando o “ingrato que não é feliz em viver”.
Apenas é perceptível tantos seres sem sentido para sequer sobreviver…

Parece tétrico, patético, antiético…
Mas, existem, sim, muitos perdidos, cativos…
Porque não encontram um real motivo para sua existência
Confusos… Vivem em total dormência...

Vivemos em uma era onde a tecnologia parece ser o milagre
Mas, as pessoas estão cada vez mais vazias... Sozinhas... 
Absortas em um turbilhão de informações;
Muitas luzes e cores, sem nenhuma direção.

Há de chegar o dia em que viver será mais do que dizem
Mais do que muitos pensam e definem
Será uma experiência entre a obra e o idealizador...
Entre  a criatura e o seu Criador!
(Valéria Milanês)
-------------------------------------------------------------------------

* Imagem by Walldesk.net
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...